Escolas e faculdades em Foz do Iguaçu e Cascavel aderiram à greve | Fábio Campana

Escolas e faculdades em Foz do Iguaçu e Cascavel aderiram à greve

Os protestos nacionais marcados para esta sexta-feira (14) deixaram escolas e faculdades sem aulas em Foz do Iguaçu e em Cascavel, no oeste do Paraná. Informações do G1 PR e RPC Foz do Iguaçu e Cascavel.

Manifestantes protestam, entre outros, em defesa da educação e contra a reforma da Previdência, o desemprego e a liberação do uso de armas de fogo.

Na fronteira, a paralisação é organizada pela Unidade Sindical e Popular. Os manifestantes estão reunidos desde as 7h no Bosque Guarani, de onde devem seguir em passeata pelas principais ruas e avenidas do Centro da cidade ainda pela manhã.

Os ônibus do transporte coletivo circulam normalmente nesta sexta-feira.

Segundo a Prefeitura de Foz do Iguaçu, em 38 escolas e em 32 centros de educação infantil (CMEIs) as atividades foram suspensas nesta manhã.

Com a adesão dos professores à greve geral, na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e no campus da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) não haverá aulas nesta sexta.

Em Cascavel, a paralisação conta com a adesão de professores das redes estadual e municipal.

Conforme um levantamento da Secretaria Municipal de Educação das 47 escolas consultadas até as 10h, 41 dispensaram os alunos, duas mantêm o atendimento parcial e em quatro as aulas ocorrem normalmente.

Na Unioeste, as aulas também foram suspensas. Os atendimentos nas clínicas odontológica e de fisioterapia serão mantidos conforme o agendamento.

O transporte coletivo funciona sem alteração.


Um comentário

  1. Rr
    sexta-feira, 14 de junho de 2019 – 12:02 hs

    Já não funcionam em dias normais,imagina emendar tudo,festa com dinheiro do povão,PM,baixa o porrete.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*