Ônix Lorenzoni e a reforma em 3 semanas | Fábio Campana

Ônix Lorenzoni e a reforma em 3 semanas

Reinaldo Azevedo, UOL

Uma das dificuldades de Bolsonaro é que mesmo os seus homens encarregados da negociação política vivem num estágio de negação da realidade, de alienação.

Presente à cerimônia de lançamento da campanha em favor da Previdência, Onix Lorenzoni, ministro da Casa Civil, afirmou: “A nova Previdência vai ser aprovada agora no início de junho. Sabe por quê? Porque os homens e mulheres, as mulheres e os homens, que estão no parlamento brasileiro sabem que ela é fundamental para o presente e futuro do país que todos nós amamos”.

E acrescentou: “Temos diferenças ideológicas? Sim. Temos diferenças de concepção de países? Também. Temos diferenças de concepção de governabilidade? Também. Mas há uma responsabilidade que está acima de cada um de nós, que é a responsabilidade com a pátria que nós amamos”.

A chance de se aprovar a reforma em três semanas é inferior a zero. E por que Lorenzoni falou? Porque, dada a ausência de articulação política, fala-se qualquer coisa e se apela ao patriotismo como última saída.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*