Governo terá de buscar votos no recesso branco | Fábio Campana

Governo terá de buscar votos no recesso branco

O governo federal terá de correr contra o relógio para aprovar a reforma da Previdência antes que a conjuntura política e econômica possa se tornar ainda mais desfavorável ao presidente, a ponto de contaminar as articulações em curso. Pelos cálculos mais otimistas no cronograma atual, Planalto e Economia terão 20 dias para virar votos entre a aprovação do texto na Comissão Especial e a apreciação do projeto no plenário. Há mais um complicador: esse período curto deve coincidir com os festejos juninos, o recesso branco do Congresso.

Onyx Lorenzoni, capitão da articulação política, tem contado o número de parlamentares que recebe para rebater as críticas de que não dialoga. Já foram 386 desde o início do governo – ou 2,8 por dia. As informações são da Coluna do Estadão.


2 comentários

  1. JM
    sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 11:11 hs

    O perdido, novo filme em Brasilia.

  2. Djair
    sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 11:42 hs

    O presidente tem que abandonar essa reforma, deixa o centrão que se exploda, lembraremos todos os dias que o congresso é contra o povo e a favor da corrupção! Congressistas lixos!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*