Edison Brittes é transferido | Fábio Campana

Edison Brittes é transferido

Edison Brittes Júnior, o Juninho Riqueza, que confessou ter matado o jogador Daniel Correa em outubro de 2018, foi transferido de prisão, no Paraná, informou o Departamento Penitenciário do estado.

Juninho estava na Casa de Custódia de Curitiba e foi transferido na tarde de ontem para a Penitenciária Central do Estado, em Piraquara. Essa foi a segunda transferência dele. A primeira havia acontecido em março, por segurança, após receber bilhete com oferta de fuga. Agora, o motivo é o tipo de crime pelo qual Edison responde. As informações são da Folhapress.


Um comentário

  1. VISIONÁRIO
    domingo, 5 de maio de 2019 – 15:29 hs

    Este tipo de crime, réu confesso de um assassinato, deveria ser enquadrado como crime hediondo já que não temos prisão perpétua e nem a pena de morte. Não tem perdão !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*