Bolsonaro não enquadra os filhos | Fábio Campana

Bolsonaro não enquadra os filhos

O presidente Jair Bolsonaro ordenou nesta terça (7) que os militares atuando em seu governo parem de alimentar polêmicas, ignorando as provocações nas redes sociais, mas esqueceu de chamar às falas os próprios filhos e a turma do polemista Olavo de Carvalho. Militares têm a hierarquia e a disciplina como cláusulas pétreas, como se diz na caserna, e a tendência é obedecer. Mas os ânimos se acirraram com as referências grosseiras ao general Eduardo Villas Bôas. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Enquanto ordenava aos militares a “virar a página”, seu filho deputado Eduardo Bolsonaro, alheio a tudo, continuava no ataque. Generais muito próximos ao presidente disseram a ele ontem que seus filhos precisam ser “parte da solução” e não do problema. Olavo de Carvalho definiu Villas Bôas, ex-comandante muito admirado nas Forças Armadas, como “um doente preso a uma cadeira de rodas”.Líder no Exército e nas Forças Armadas, Villas Bôas emociona os militares com a sua luta pela vida. Atacá-lo, para eles, é ato covarde.


Um comentário

  1. saulo
    quarta-feira, 8 de maio de 2019 – 17:52 hs

    Bolsonaro não tem que “enquadrar” filhos, tem de enquadrar os generais progressistas que não estão alinhados com as pautas conservadoras do Presidente, simples assim!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*