Beto Richa pede para transferir seu processo para a Justiça Eleitoral | Fábio Campana

Beto Richa pede para transferir seu processo para a Justiça Eleitoral

O ex-governador Beto Richa – réu na Operação Rádio Patrulha – apelou ao juiz Fernando Bardelli Fischer para que seu caso seja transferido para o Tribunal Regional Eleitoral. Richa protocolou o pedido na quinta. Argumentou que as investigações e os delações apontam que propinas pagas por empresários que participaram do programa Patrulhas do Campo foram para abastecer o caixa 2 de campanha eleitoral – um delito de competência da justiça eleitoral. Seu irmão, Pepe Richa, fez o mesmo pedido na quarta.


6 comentários

  1. sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 14:19 hs

    VAI QUE COLA NÉ?KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  2. caraíba
    sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 14:24 hs

    KKK e quem não quer ser julgado por esta Justiça, sabendo-se que ela tem por característica não condenar ninguém. E, quando condena só condena a penas muito leves que, nem na cadeia o réu põe o pé.

  3. Carlos
    sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 15:31 hs

    Esses crimes não ocorreram durante o processo eleitoral,portanto devem permanecer onde estão e se ele quer mudar para outro tribunal acabou confessando que de fato cometeu os crimes.

  4. Paulão
    sexta-feira, 17 de maio de 2019 – 19:38 hs

    Justiça eleitoral uma ova. Este processo tem que correr na Justiça comum, pois boa parte da verba obtida como propina serviu para atendimentos de seus caprichos pessoais, e como dizia o ex governador ” o melhor está por vir “, ou seja viveras num cubículo penal. Enfim, “ajoelhou tem que rezar ” !!!

  5. sábado, 18 de maio de 2019 – 16:24 hs

    Ta com medo ladrão ?

  6. Pé Vermelho honesto
    domingo, 19 de maio de 2019 – 10:07 hs

    Vai mofar na cadeia pé vermelho ladrão. Teu pai deve estar se virando de vergonha onde estiver. SAFADO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*