Soldado Fruet pede CPI da JMK | Fábio Campana

Soldado Fruet pede CPI da JMK

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) apresentou nesta terça (09) na Assembleia Legislativa o pedido de abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar os contratos do Governo do Paraná com a empresa JMK, responsável pela manutenção e gestão de frotas de veículos do governo.

A JMK presta serviços ao governo do Paraná desde 2015 e os problemas com a manutenção de frotas tornaram-se públicos a partir de 2016.

Fruet afirmou que a CPI busca identificar os responsáveis e principalmente solucionar a falta de manutenção das frotas, que prejudica diretamente o pronto atendimento das ocorrências de bombeiros, policiais e de outros serviços.

“A JMK diz que o governo está inadimplente, o governo diz que está pagando em dia e enquanto isso, viaturas, ambulâncias e caminhões de combate a incêndios estão parados em oficinas deixando a população à espera de um socorro que muitas vezes não chega e quando chega é tarde demais”, disse Fruet.


5 comentários

  1. MARCELO CARRARA
    terça-feira, 9 de abril de 2019 – 17:03 hs

    Acho muito Justo a atitude do nobre Deputado, pois a JMK vem usando o nome do Governo para lesar fornecedores por todo o Paraná, só na minha cidade Londrina conheço muitos fornecedores que foram lesados, a JMK manda fazer os serviços, e não paga alegando que o Governo não esta cumprindo com o contrato, minha empresa também levou um golpe da JMK;;;;

  2. ricardo santiago
    terça-feira, 9 de abril de 2019 – 19:23 hs

    Parabens a este nobre deputado estadual , SOLDADO FRUET, é o deputado que mais está batalhando e exigundo a reposição da inflação nos salários dos servidores públicos do poder executivo, nas próximas eleiçôes vai se reeleger com uma mão nas costas, com mais de 500.000 mil votos, pois os policiais militares e bombeiros militares e os servidores públicos e seus familiares vão todos votar neste nobre DEPUTADO SD FRUET, pois é o único que vem discursando da tribuna da assembléia exigindo p pagamento da famosa data-base, que nada mais é do que a reposição da inflação nos salários dos servidores, pois estão com seus salários achatados faz 4 anos, pois a 4 anos que o governo descumpre a lei da data-base que diz expressamente na constituição federal e estadual que os servidores terão anualmente a devida reposição da inflação, e tenho receio que o descumprimento da data-base neste ano venha a pipocar greve em todos os setores públicos, policiais militares e bombeiros não podem fazer greve mas farão operação tartaruga, as delegacias estarão fechadas, os alunos ficarão ociosos pelas ruas perambulando enquanto os professores farão greve apenas para exigir o que é seu por direito,os agentes penitenciários cruzarão os braços e vai pipocar fugas e rebeliôes nos presídios e nas cadeias, familiares de policiais militares irão para frente do quartel e não deixarão sair as viaturas igual na era do jaime lerner, daí vão chamar o exército e o exército não está preparado para trabalhar em tumulto e vão atirar em inocentes que estiverem trânsitando nas tuas, vão matar inocentes igual estão matando no rio de janeiro.será o caos, por isto peço encarecidamente ao nobre DEPUTADO SOLDADO FRUET que consiga as assinaturas para abrir uma CPI das finanças do estado e saber o verdadeiro motivo que não está sendo pago a DATA-BASE DOS servidores do executivo.sendo que outras classes de servidores tem recebido a reposição inflacionária todo ano. Obrigado pela atenção.forte abraço.e desculpe o longo post

  3. EU
    terça-feira, 9 de abril de 2019 – 22:14 hs

    Esta CPI, se acontecer, revelará que o governo do camundongo júnior não passa de uma continuidade do desgoverno do beto richa.

  4. Luciano José Pinheiro
    quarta-feira, 10 de abril de 2019 – 7:56 hs

    E uma vergonha vc comprar uma bateria no mercado por 150,00 e quando vai comprar pela JMK paga 500,00. Um balanceamento de veiculo no mercado vc faz por 70,00 reais e pela JMK paga 200,00. E o dinheiro do Governo sendo levado pelo ralo. Agora pergunto: Quem ta ficando com esta grana? Vergonhoso o que esta acontecendo no Estado. Além de colocar peças de segunda linha e cobrar por peças de primeira.

  5. Francisco
    quarta-feira, 10 de abril de 2019 – 8:41 hs

    Conheço bem está situação da JMK, na minha humilde concepção posso numerar algumas situações; no início das atividades da JMK a maioria das cidades tinham várias Oficinas que tinha contrato com a JMK para efetuar serviços nos veículos oficiais do Estado, ai foram dando o golpe nessas pequenas empresas e não suportaram a falta de pagamento e foram obrigados a parar de atender, o que aconteceu? Ficaram somente as grandes Oficinas formando um verdadeiro monopólio com valores de serviço e peças exorbitantes, mesmo com o consentimento do DETO, porque na realidade aqueles 2º e 3º orçamento é uma verdadeira fachada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*