Funcionários da Copel não aceitam privatização da Telecom | Fábio Campana

Funcionários da Copel não aceitam privatização da Telecom

Há verdadeira comoção na Copel, a empresa de energia do Estado. Funcionários da ativa e aposentados corriam os corredores da Assembleia ontem para pedir a deputados que impeçam a privatização da Copel Telecom, empresa de serviços de internet da estatal. Desde que essa privatização foi anunciada pelo governador Ratinho Jr em jornal da cidade, os copelianos estão à beira de um ataque de nervos. Vêem na privatização da Copel Telecom o inicio de um processo que pode levar a privatização inteira da estatal.

Ratinho Jr disse que manter a Copel Telecom é uma bobagem. E justificou a venda dizendo que falta dinheiro em outras áreas e o recurso apurado na venda permitira ao Estado aplicar melhor em programas essenciais na área social. Segundo ele, internet não é necessidade básica da população, uma tese bastante discutível.

A Copel teve lucro de 1,4 bi em 2018, um dos maiores da história. A Telecom é considerada a melhor operadora banda larga e é muito lucrativa. Teve lucro de 32 milhões em 2018. E há muito grupo econômico de olho gordo na oportunidade.

No Leia Mais, veja destaques do balanço 2018 da Copel Telecom

Lucro copel alcança marca histórica de 1,4 bi.

Lucro 2018 da Copel aumentou 29 por cento.

Copel investiu 2,6 bilhões em 2018.


24 comentários

  1. Gustavo Reis
    quinta-feira, 11 de abril de 2019 – 18:00 hs

    Que surpresa!
    Marajás da estatal, apadrinhados, parentada de políticos, todos unidos para manter as tetas.
    O governo tem que priorizar segurança, educação e saúde.
    Vão trabalhar!

  2. Jofre de Jesus
    quinta-feira, 11 de abril de 2019 – 19:06 hs

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ponto para os “compelíamos” todos na campanha do Ratinho kkkkkkkkkkkk

  3. Claudinei Pinheiro
    quinta-feira, 11 de abril de 2019 – 22:22 hs

    Oi Caro Gustavo:
    Você menciona que nós copelianos não trabalhamos e que tem teta para mamar.
    Eu pago teu almoço vem trabalhar um dia na Telecom aqui em Londrina. Aí iremos pegar uma viatura sem ar condicionado e depois de rodar mais de 100 km aí começa a brincadeira. A gente escala uma torre de 50 metros num dia de sol e você nos ajuda instalar umas antenas de Rádio VHF. Topa? Se preferir a gente troca por um serviço de puxar cabo de fibra óptica na rua ou dentro de uma Subestação. Se você não conhece o trabalho de um tem um técnico em Telecom é melhor Vossa Senhoria falar menos.

  4. RIVELINO DO NASCIMENTO SANTOS
    quinta-feira, 11 de abril de 2019 – 22:24 hs

    Tem mais é que privatizar tudo mesmo, estatal mais pagamos um absurdo então privatiza e deixa a concorrência fazer a parte dele com certeza vai abaixar o preço e ainda melhorar a qualidade do serviço, igual aconteceu com as telecomunicações só melhorou após a privatização

  5. roberto
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 7:58 hs

    A Copel é um feudo. Muito bem montado. O maior lobby do PR. Tá se lixando pro povo. Usa o povo como escudo para suas benesses salariais. Medo de privatização porque daí acabam os super salários. Só isso. Reserva de mercado. Nada mais do que isto. Desde Ney Braga lá se locupletam os eletricistas e outros gêneros.

  6. Adelcio
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 8:21 hs

    Rivelino do Nascimento Santos, engano seu as empresas de internet privatizadas prestam péssimos serviços, é só vc consultar o site do procon, são campeões de reclamações. Se é uma empresa que dá lucro porque o governo não investe esse dinheiro do lucro em segurança e educação.

  7. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 9:13 hs

    Estado moderno e rico, é Estado enxuto.

  8. Tiago
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 9:33 hs

    O que talvez o Claudinei Pinheiro não saiba, é que a empresa não vai acabar !!! só muda de dono ! e olha, é bem provável que os novos donos até liberem ar condicionado na viatura !

  9. Kelvin Barboza
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 10:20 hs

    Tudo que não é essencial e exclusivo e que possa ser executado pela iniciativa privada, deve ser privatizado. Toda estatal: empresa pública, sociedade de economia mista…autarquia é cabide de emprego. Um concurso pra ocupar 10 vagas e outras 20 são todas preenchidas por apadrinhados/puxa saco/lambe ovo de político.

  10. Carlos Silva
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 11:43 hs

    Claudinei Pinheiro é só sair e ir trabalhar em outro lugar, ninguém é obrigado a trabalhar onde não quer. Agora todos estamos sendo obrigados a pagar mamata de funcionário público! Privatiza tudo!

  11. luis carlos ruh
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 12:32 hs

    sou consumidor da telecom copel e não concordo com a privatização de certas empresa e esta é uma que fornece bons serviços dai vai privatizar para cair na mão da Tim – oi – vivo estas merdas já fui para Telecom para fugir delas.

  12. João da Copel
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 13:19 hs

    Todos os comentários indicam a insatisfação com os indicados, somente 3 diretores deste governo. Por sinal, são só alguns diretores, pois o Ratinho manteve quase toda estrutura criada pelo Beto Richa. Acredito que a venda da Telecom é para esconder o rombo criado na UEGA pelo genro do homem do TCE e na telefônica de Londrina. Falam em vender o que dá lucro mas ninguém fala destas que dão prejuízo e a Copel sustenta. Pensem nisso quem votou no Ratinho, eu também votei nele e perdi meu voto.

  13. Ivair
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 13:28 hs

    Parabéns Claudinei Pinheiro por defender nossa Copel, esses comentários a favor da privatização pra mim são de pessoas desprovidas de informações. Eles acreditam que o dinheiro desta venda vão resolver todos os problemas do estado (são uns coitados). A Copel é do povo paranaense e está venda está estrelada a interesses de empresários e políticos que querem sua fatia. Depois que se abre uma porta as outras são abertas automaticamente e não tem volta.

  14. Roberto Santos
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 15:24 hs

    A Copel hj, tem perto de 51 empresas nas quais é sócia majoritária e em participações. Na Santa Genebra Transmissão tem o Sebastiani (Ex Secretário e Diretor da Copel) na Presidência R$ 38.700/mês e Paulinho Dalmaz DT com R$ 34.700/mês com sede no Rio de Janeiro, mas presta serviços em SP. E mole? Mais de 100 Diretores.

  15. Alexandre
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 16:01 hs

    A Copel Telecom é a melhor empresa na sua área de atuação, com apenas 473 funcionários, e ainda atende todas as escolas públicas sem custo, entre outros serviços para Adm pública, que se fossem de empresas privadas seria uma verdadeira fortuna. Quem não conhece a empresa pensa logo nos grandes salários e marajás, e que os funcionários não trabalham, isto é um grande engano, os altos salários devem ser da diretoria, pois os outros funcionários têm salários menores que praticado pelas empresas privadas. Acho uma grande perda, entregar o patrimônio, geralmente a preço de bananas, e depois contratar empresa privadas para suprir a necessidade.

  16. Aparicio
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 16:48 hs

    O ratinho Jr. afirmou que a copel atende apenas o publico privado, isso não é verdade a COPEL TELECOM tem a rede GOV, que atende todas as delegacias, DETRANs, e colégios de todo o Paraná. E a internet nos dias de hoje tem função social sim, por exemplos as
    cidades de Fenix, Sabaudia e Quatro Pontes tem acesso a uma das melhores internet do mundo. Vocês acham que uma empresa privada irá manter acesso a internet por fibra ópticas em cidades pequenas como essas ??

  17. Laercio Sousa
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 21:40 hs

    Não existem motivos sólidos para se privatizar empresas que geram lucros. Se vender tem maracutaia por trás e bolsos gordos dos interessados em privatizar.

  18. Lucas
    sexta-feira, 12 de abril de 2019 – 22:30 hs

    Tem um ditado antigo muito certo, “Quem desdenha, quer comprar”, das duas uma, ou a pessoa quer comprar a Copele está apoiando, ou nunca conseguiu aprovação em concurso público e critica as pessoas que passaram com mérito dizendo que se trata de indicação política. Desinformação é o que rege a sociedade atual. Iniciativa privada tem suas vantagens, porém esteja certo que o lucro está sempre um primeiro lugar, de responsabilidade social não tem nada, veja os índices da Anatel, Aneel e verifique a qualidade do que se tem no mercado e conpare com os prêmios que a Copel recebeu repetidas vezes. As empresas estatais se bem geridas como é o caso da Copel, lucra e serve a sociedade com redes de fibras ópticas ligadas a escolas, hospitais, delegacias entre outras. Isso é saúde, segurança e educação, que empresa privada faz isso???? Copel tem milhares de funcionários espalhados por todo o Paraná que estão lá sem qualquer indicação, prestando serviços de qualidade com corpo técnico extremamente qualificado. Sonho meu também se esse dinheiro fosse retornar para esses serviços, vão sim é para o bolso dos acionistas, vale lembrar a Copel é uma economia mista onde o estado tem pouco mais de 50 % das ações.

  19. João Carlos Nogueira
    sábado, 13 de abril de 2019 – 13:32 hs

    Carlos Silva parece estar sentido porque não conseguiu passar em concurso público. Bem equivocado achar que funcionário público é mamata.

  20. MDM
    sábado, 13 de abril de 2019 – 17:18 hs

    Mistérios, toda a rede do governo do estado é baseada na rede da Copel Telecom, escolas, postos policiais, postos de saúde, entre outras, comenta-se que a empresa que comprar já vai ter um faturamento garantido prestando serviços para o governo, e a que preço será, será que o governo vai pagar mais pelos serviços e deixar de receber os serviços de comunicação e ainda lucrar com a venda para varejo, já que em 2018 teve um lucro de 32 milhões e ainda premios de melhor serviço de internet, deixar tudo isto para outros e ainda pagar pelo serviço, será que todo dinheiro pago vai para empresa ou uma parcela vai se perder pelo caminho, como vimos acontecer em um passado recente, será que trocar toda a estrutura no interior do Paraná vai valer a pena, mesmo naqueles pequenos municípios que não são do interesse das operadoras, sem contar com todo o suporte de comunicação para a automação de operação da Copel energia usinas, estações de distribuição, etc…, lembrando que todos os 399 municípios do Paraná estão na rede da Copel Telecom. Falando com pensamento simplista é “a vai trocar uma empresa pela outra, assim como fazemos em nossas residências quando não estamos satisfeitos com o serviços”

  21. Marcelo
    terça-feira, 16 de abril de 2019 – 15:25 hs

    A Copel é do povo paranaense, será que possível que ninguém ve isso, e a Copel Telecom foi injetado verba do governo, portanto do contribuinte para levar tecnologia em fibra óptica para todas as cidades do Paraná com a conversa de “inclusão social”, eu trabalhei e muito desde o começo levando fibra óptica para os colégios Estaduais o “Paraná Digital”, conversa de levantar o “IDH” dos alunos mais carentes, e todos os outros orgãos do governo. E hoje tudo dentro da Copel é automatizado via cabo óptico da Copel Telecom, se tirar nosso cabo hoje para a Copel inteira, fora os clientes externos que em sua grande maioria estão satisfeitos com nossos serviços, privatiza pra ve onde isso tudo vai, parar, e trabalhamos é lógico pelo salário, pra nosso sustento e de nossa familia, mas cresecemos e fizemos essa empresa crescer pra dar de mão beijada pra iniciativa privada fazer o que quiser com os paranaenses, pensem bem, faço aqui as palavras do gigante Professor Felipe Aquino ” não se privatiza: Segurança Pública, Saúde, Energia, Educação”, pois tem que ficar com estado, se andar mal, trocamos os governantes para melhorar, a Copel nunca devia ter sido fracionada, a Copel tem que unificar e ser o que sempre foi a melhor empresa do povo paranaense

  22. Oliveira
    domingo, 21 de abril de 2019 – 12:04 hs

    Não somente privatizar, mas criar condições para que mais empresas empresas atuem nestes e outros serviços, mais geradoras, mais empresas de transmissão e principalemte mais de uma fornecedora de energia para o consumidor fina,como acontece em outros países.
    Lucro em empresa estatal com MONOPÓLIO nos remete ao passado, o futuro é da livre concorrência, com estado focado em serviços essenciais e regulando,quem presta o melhor serviço ganha o consumidor.
    Quem reclama de telecom hoje não viveu a época do serviço escasso e caro prestado somente pelo estado.
    Mais concorrência, mais empregos, talvez sem tantos benefícios como o estado provê, mas talvez para mais gente acessar e sair desta crise crônica que nosso país vive a décadas.

  23. Helder
    quinta-feira, 2 de maio de 2019 – 10:05 hs

    Privatizacoes são importantes para que os governos passem a administrar dinheiro vindo das arrecadacoes dos impostos e nao ter acesso ao caixa das empresas que ele administra. Veja o caso da Petrobras, estatal que esta na mao do governo e nao larga porque facilita acesso a dinheiro para serem utilizados nas campanhas e falcatruas diversas.Precisamos governar os estados e o pais como se fosse nosso dia a dia, economizando e utilizando conforme as necessidades(educacao, saude e seguranca e infraestrutura) fazendo assim com que a economia aumente e o governo arrecade mais impostos a partir de sua organizacao e nao pegar dinheiro na conta das estatais para ficar apagando incendio e fazer arrumacoes politicas com o dinheiro que seria utilizado para as necessidades acima.

  24. Marcelo
    segunda-feira, 6 de julho de 2020 – 0:26 hs

    A copel Telecom é a única com pacote de dados ilimitado, as outras tem no contrato dados limitado, é uma boa internet, se cair na mão de outros será que vai continuar assim?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*