Fim da licença prêmio | Fábio Campana

Fim da licença prêmio

Há, entre os funcionários público, enorme apreensão. Souberam que o governo Ratinho Jr pretende acabar com a licenção prêmio da moçada.


15 comentários

  1. PitBull
    quarta-feira, 3 de abril de 2019 – 18:28 hs

    Tem que acabar MESMO…

  2. quarta-feira, 3 de abril de 2019 – 18:54 hs

    GOVERNADOR FOI ELEITO PELO VOTO POPULAR COM UMA AMPLA MAIORIA DE VOTOS, DEVE SE RESPEITAR SEU MODELO DE GESTÃO.

  3. Paulão
    quarta-feira, 3 de abril de 2019 – 19:08 hs

    Está de parabéns o nosso Governador Ratinho Jr, pois a licença premio além de ser injusta é IMORAL. Os funcionários de empresas privadas nunca ouviram falar na vida sobre este penduricalho .Por isso a carga tributária é pesada para poder dar conta de tais encargos.
    Governador, prossiga em seus atos de austeridade, pois é o que o povo do Paraná ansiosamente espera.

  4. na canela
    quarta-feira, 3 de abril de 2019 – 22:11 hs

    Funcionários públicos desprezados após a eleição. Manda tomar no c….. Cadê os Sindicatos, é cadê a mobilização dos funcionários. No projeto factóide do Governador, vai aumentar os cargos comissionados e acabar aos poucos com o funcionalismo público. Daqui a pouco tempo vai ter 90% de cargos comissionados e 10% de funcionários Públicos.

  5. Ricardo
    quarta-feira, 3 de abril de 2019 – 22:44 hs

    Notei um certo tom de deboche quando se refere ao funcionalismo público. “Moçada” !? Acho que você deveria ter mais respeito com os funcionários do estado. Assim você age exatamente como o governador. Quatro anos sem o reajuste assegurado por lei e ainda acabar com a licença. Parabéns a vocês dois.

  6. Sergio Manabe
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 9:50 hs

    Engraçado, na sabatina da Gazeta do Povo, em 07/10/2018, o então candidato a governador, relatou que iria retornar as concessões das licenças prêmios, naquela época, represadas.

  7. Terezinha nicolaio
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 13:06 hs

    A licença prêmio é um direito adquirido uma vez que i estatutário não tem FGTS, para a compensação foi criada a licença prêmio . E agora querem tirar um direito nosso?
    Baseado em Que?

  8. Observador
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 13:12 hs

    Já está mais do que na hora…
    Mais um privilégio dos servidores públicos. Um verdadeiro “prêmio” pela ineficiência e falta de motivação dos nossos queridos servidores.
    Além de ganharem muito acima do que é pago na iniciativa privada pelas mesmas funções contam com essas benesses que nos remetem ao tempo do coronelismo..

  9. Jose beresa
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 14:32 hs

    Esses governantes parece que vieram só pra tirar os direito conquistados pelos funcionários, porque não pagam o fundo de garantia e outros direitos que existe na clt nos funcionários públicos entramos sem direito a nada e quando saímos não levamos nada também pois não há fundo de garantia, 40% de multa não tem nada saímos com uma mão na frente e outra atrás.

  10. silva
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 16:12 hs

    Mas…

    Cadê a resposta sobre a reposição salarial do funcionalismo do Poder Executivo, desde jan, 2016 com os mesmos salários. só eles !A dívida já é de 15,53% (jan.2016 a fev.2019) !

  11. Marcianita Marcondes Salvao
    quinta-feira, 4 de abril de 2019 – 17:14 hs

    Prefiro acreditar que isso ñ irá acontecer. Nós professores somos uma classe que ñ recebe estímulo nenhum, no entanto, trabalhamos com o futuro do País, pois as crianças hoje recebem educação na escola, pois os pais ñ param em casa.

  12. Marcos Souza
    sexta-feira, 5 de abril de 2019 – 16:49 hs

    Campana, você deveria manifestar notícias com o mínimo de fundo de verdade, atiçar o funcionalismo com diz que diz, é antiético.

  13. LUIZ NUNES CAVALHEIRO
    sábado, 6 de abril de 2019 – 19:49 hs

    É simples, qual você prefere, trabalhar 5 anos e receber 3 meses de licença e não ser depositado 60 parcelas do FGTS para você, ou não ter a LICENÇA de 3 meses e depois de anos e anos de trabalho receber tudo com juros depositados todo mês, você pode escolher seja sincero qual é o privilégio.

  14. Celso
    segunda-feira, 8 de abril de 2019 – 15:33 hs

    Aos que criticam os funcionários públicos, que ganham mais que na iniciativa privada, e etc., etc., etc. Mas os concursos públicos estão aí, é só passar noites em claro estudando, comprar material para estudar e ir em frente, agora se preferem dormir nos finais de semana, não gostam e nem querem estudar, emtão parem de reclamar e vão trabalhar no serviço que escolheram ou que sobrou por falta de esforço.

  15. Marlene Galhardo
    segunda-feira, 15 de abril de 2019 – 13:11 hs

    Para os que não passaram em concurso público e não conhecem a legislacao seria interessante informarem-se que temos Licença Especial porém não temos fundo de garantia como os demais ” privilegiados não concursados”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*