Bolsonaro avalia cinco opções para nomear novo ministro da Educação | Fábio Campana

Bolsonaro avalia cinco opções para nomear novo ministro da Educação


Cláudio Humberto, no Diário do Poder.

O presidente Jair Bolsonaro avalia cinco opções para o Ministério da Educação em substituição a Ricardo Vélez Rodriguez, que deve ser demitido no início da semana. Três das opções são técnicas, ao gosto dos generais do Planalto, como o presidente do FNDE, Carlos Alberto Decotelli, bolsonarista de primeira hora, e Ivan Camargo, primeiro a derrotar o PT & puxadinhos para na disputa para reitor da Universidade de Brasília. As opções políticas são o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) e a surpresa, o deputado João Roma (BA), que trocou DEM pelo PRB.

Também é cotado Álvaro Domingues, criador do Galois e Inei, escolas de sucesso em Brasília, e presidente do Fórum Nacional de Educação.

Izalci costurava há semanas sua indicação para o MEC, mas apareceu no Planalto um candidato surpresa: o deputado João Roma (PRB-BA).

Quase desconhecido, João Roma foi apresentado nesta sexta a Bolsonaro por ACM Neto, prefeito de Salvador e presidente do DEM.

Izalci chegou a pisar na bola, ao exigir o MEC “de porteira fechada”, mas continua forte: ele conta com o apoio da bancada evangélica.


2 comentários

  1. johan
    sábado, 6 de abril de 2019 – 18:14 hs

    Caro Fábio, essa notícia é importante para o país. Substituir o ministro da educação 100 dias após a posse é prematura e exagerada. Lembremos que o MEC é um antro de petistas comunistas de todos os naipes. É de lá que saem as mais audaciosas propostas para desestruturar a rede social do país. Lembremos que foi de lá que saiu a medida que não precisava passar de ano após prova com média. Passava por que passava de ano, sabendo ou não sabendo. Como administrar um ambiente desse calibre, onde a ausência de pessoas equilibradas, desprovidas de ideologia, possam auxiliar as discussões sem paixões. Ele deve ter enorme dificuldade de colocar a casa em ordem, nesse pouco espaço de tempo, com tranquilidade, sutileza, determinação para evitar as cascas de banana lançadas ao piso. Ele não está tratando com os alunos, está tratando com os dirigentes, que chegaram aonde chegaram nos últimos lugares de classificação, em se comparando com o resto do mundo, num trabalho de grande vulto de incompetência. Atenciosamente.

  2. Reinaldo Grola
    sábado, 6 de abril de 2019 – 20:05 hs

    Eu incluiria nessa lista o nome de ALEX CANZIANE, o mais bem preparado ao meu ver.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*