Sanepar deve ser multada em caso de desabastecimento à população | Fábio Campana

Sanepar deve ser multada em caso
de desabastecimento à população

O Deputado Estadual Requião Filho (MDB/PR) apresentou um projeto esta semana na Assembleia Legislativa do Paraná que propõe multar a Sanepar em casos de falha ou interrupção no fornecimento de água à população por mais de 24 horas, caso não tenha enviado comunicado oficial antecipado ao estabelecimento ou não comprove que o desabastecimento foi provocado por algum caso fortuito ou motivo de força maior.

A Sanepar poderá receber uma advertência e, em caso de reincidência, ser multada pela Agência Reguladora do Paraná – AGEPAR no valor de cem a dez mil Unidades Padrão Fiscal do Estado do Paraná – UPF/PR. Este valor pode ainda dobrar quando a falta de água atingir hospitais, creches, escolas, asilos, indústrias, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais. Nestes locais, especificamente, haverá a obrigatoriedade da Companhia em atendê-los imediatamente com abastecimento manual, através de caminhão pipa.

“Queremos ainda que a Sanepar seja obrigada a ressarcir os prejuízos experimentados pela unidade consumidora, independente de propositura de ação judicial. É o mínimo que podemos exigir para que a população seja atendida de maneira justa e não tenha seus trabalhos prejudicados”, justificou o deputado.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 20 de março de 2019 – 11:53 hs

    Cascata e Cascatinha. Bons tempos do Chico Anísio.

  2. Jataí
    quarta-feira, 20 de março de 2019 – 11:55 hs

    Era assim no governo do papai?

  3. johan
    quarta-feira, 20 de março de 2019 – 22:18 hs

    Caro Fábio, a preocupação do nobre deputado em elaborar tal projeto de lei é adequada e oportuna, contudo de pouco valia. Sua preocupação, poderia ser mais eficaz e eficiente, se atuasse sobre a qualidade dos efluentes residuários dos tratamentos de esgoto sanitário que as ETE’s da Sanepar lançam na rede de drenagem dos afluentes e rios do estado. Atenciosamente.

  4. Luciano José Pinheiro
    quinta-feira, 21 de março de 2019 – 11:53 hs

    A Sanepar e uma vergonha. Após mudanças na tarifa de consumo mínimo ao consumidor implantou varias coisas que o consumidor desconhece.
    No mês passado tive um acidente com a boia da minha caixa de agua e acabou vazando 6 mil litros de agua. Procurei a Sanepar para tentar isentar pelo menos o valor do esgoto e a informação que tive e que não tenho direito, pois meu consumo foi abaixo de 21 mil litros. O valor verificado foi 17 mil litros (minha média de consumo mensal e 11 mil litros).
    Pergunto: Se eu fosse consumista e tivesse esta informação teria deixado a torneira aberta até sair 21 mil litros ai teria direito? Onde esta o direito dos que consomem pouca agua.
    VERGONHA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*