Megaempresários apostam em novos negócios na Copel | Fábio Campana

Megaempresários apostam
em novos negócios na Copel

Megaempresários nativos ainda comemoram, ao champanhe e caviar, a nomeação de Cássio Santana da Silva que assume a Diretoria de Novos Negócios da Copel com a “promessa de inovação e foco no cliente.” Um posto importante, que chegou a ser ocupado por Deonilson Roldo, o todo poderoso no governo de Beto Richa, que entretanto não teve tempo para desenrolar essas pretensões.

Há esperanças fundas de que, enfim, projetos que ficaram trancados em governos anteriores agora se desenvolvam com a celeridade da importância de recursos bilionários. Cássio, ao contrário da tradição, vem da iniciativa privada em São Paulo, com experiência em empresas como a Ambev.


4 comentários

  1. Marcelo
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 12:09 hs

    Qua qua qua qua qua , pode até dar certo, mas acho muito difícil, essa diretoria nova da Copel é muito despreparada. E o financeiro só alavanca mais a empresa para pagar as contas, dividendos.

    E outra, esse papo que veio do privado pro público é balela. São duas coisas completamente diferentes. O tempo irá dizer.

    O Junior consegui fazer um secretariado pior que o do BR, a Copel na mesma esteira bem como, Porto, Sanepar, Celepar e assim por diante.
    Copel tem que privatizar. Não precisa de 8.500 funcionários.

  2. Joel
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 12:42 hs

    A Copel foi uma vergonha na administração passada, tiveram problemas com a CVM.

  3. Luis
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 13:32 hs

    Denilson foi diretor de Gestão, nada a ver com negócios

  4. Observador
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 17:31 hs

    Ele tinha cargo de diretoria executiva na Ambev?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*