Ciro e Gleisi trocam insultos | Fábio Campana

Ciro e Gleisi trocam insultos

Quem foi alvo de críticas do ex-ministro da Fazenda foi Gleisi Hoffmann, a “presidenta do PT”. “Ela é a chefe da quadrilha. Gleisi e o marido estão enrolados em tudo. Se quiserem me processar, já estou acostumado”, disse Ciro Gomes ao Valor Econômico e completou: “Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público”.

Em seu perfil do Twitter, a ex-senadora rebateu as críticas do pedetista: “Ciro Gomes é um coronel oportunista, ressentido e covarde. Quando a conjuntura exigia sua presença, fugiu para Paris”. Além disso, ela acrescentou que o político “está à espreita de crises para se apresentar como salvador da burguesia e sistema financeiro”.

O ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) voltou a criticar o Partido dos Trabalhadores (PT). Em entrevista ao Valor Econômico, publicada ontem, o pedetista classificou a cúpula da sigla como “quadrilha” e “organização criminosa”.

“Fui agredido, caluniado, atropelado pelas costas por essa canalha da cúpula do PT”, disse o ex-governador do Ceará à reportagem, ressaltando que havia renunciado à vida pública e começou trabalhar na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), mas resolveu voltar a disputar um cargo político. Ciro foi o terceiro colocado da disputa presidencial de 2018.

Quem também foi alvo de críticas do ex-ministro da Fazenda foi a presidente da sigla, a deputada federal Gleisi Hoffman. “Ela é a chefe. Ela e o marido estão enrolados em tudo. Se quiserem me processar, já estou acostumado”, relatou Ciro Gomes ao Valor Econômico e completou: “Me processe por calúnia que tenho direito a demonstrar. É só tirar certidões das acusações do Ministério Público”.

 Em seu perfil do Twitter, a ex-senadora rebateu as críticas do pedetista: “Ciro Gomes é um coronel oportunista, ressentido e covarde. Quando a conjuntura exigia sua presença, fugiu para Paris”. Além disso, ela acrescentou que o político “está à espreita de crises para se apresentar como salvador da burguesia e sistema financeiro”.

Conforme a dirigente do PT, Ciro Gomes ataca o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva e lideranças petistas, por querer se apresentar como “solução”.

Por meio de nota, a comissão executiva nacional do PT lamentou as declarações do ex-ministro da Fazenda, concluindo que, ao atacar a sigla, Lula e Gleisi, Ciro “se alia aos que atacam a democracia, os direitos sociais e a esquerda brasileira”.

Além disso, o partido ressaltou que cobrará posicionamento do PDT sobre essas declarações, “que rompem com qualquer padrão de respeito e convivência”.


7 comentários

  1. Larissa Adriana
    quinta-feira, 14 de março de 2019 – 13:57 hs

    Esgoto falando da latrina!

  2. Antonio de Oliveira
    quinta-feira, 14 de março de 2019 – 15:16 hs

    Mais encenação por aí???
    Na campanha/18 ninguém acreditou nas ´”críticas” que ele fazia ao PT. Vai acreditar agora??

  3. Betinho tico tico
    quinta-feira, 14 de março de 2019 – 17:32 hs

    Dois derrotados, o arroto falando do peido

  4. EU
    quinta-feira, 14 de março de 2019 – 17:56 hs

    Os bicudos se encontraram. E bicudos não se beijam.
    A leitura política que se faz é simples; Coronel Ciro é o candidato das esquerdas e quer se afastar da PTzada.
    Afinal,”o lula tá preso babaca”.

  5. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 7:56 hs

    Ensacados e lançados ao mar, perde-se o saco.

  6. PEDROCA DO SUDOESTE
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 8:37 hs

    O CORONEL querendo já ficar líder das esquerdas , espertão. E ainda dando o troco no seu LULA e Dona Dilma nas eleições do ano passado, quando o isolaram. Essa conta o PT vai pagar ainda pro seu CIRO. Mas, são todos farinha do mesmo saco.

  7. Mito
    sexta-feira, 15 de março de 2019 – 9:40 hs

    “Salvador da burguesia e sistema financeiro “.
    Qual foi mesmo o partido que se aliou com a burguesia corrupta para saquear o país? Qual foi o período em que o sistema financeiro obteve mais lucros?
    E os militantes acreditam e vibram com esses discursos utópicos e mentirosos.
    Sobre ambos, agora começa um espetáculo teatral para ver quem irá aglutinar os militantes iludidos.
    São farinha do mesmo saco.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*