Chuva provoca alagamentos e deixa 43 mil casas sem luz em Curitiba | Fábio Campana

Chuva provoca alagamentos e deixa 43 mil casas sem luz em Curitiba

A forte chuva que caiu sobre Curitiba, na tarde desta quarta-feira (6), provocou pontos de alagamentos e complicou o trânsito na região central. De acordo com a Defesa Civil, foram registradas 11 quedas de árvores e o bairro mais atingido foi o Água Verde.

Balanço da Companhia Paranaense de Energia (Copel) aponta que 43,8 mil residências foram afetadas com falta de luz. Ao todo, isso representa 5% da cidade de Curitiba.

Os bairros mais afetados com a falta de energia foram Água Verde, Portão, Parolin e Boqueirão. As informações são da Banda B.


2 comentários

  1. Orêia Sêca
    quinta-feira, 7 de março de 2019 – 2:55 hs

    Trabalhei muitos anos no setor e conheço bem os efeitos dos temporais na rede elétrica. O que não é aceitável é o fato de um determinado alimentador ( o que atende as cargas no trajeto na Av Republica Argentina sentido Francisco Frischmanns- entre elas o Mc Donalds e também minha residência) seja sempre o primeiro a desligar e o ultimo a ter o retorno da energia restabelecido. Durante longas 5 horas no escuro acompanhei tudo e mais uma vez constatei o que estou afirmando. Não é hora de passar um pente fino neste alimentador desde a subestação até o final do mesmo? ( equipamentos na subestação e rede, conexões,poda de arvores, manutenção preventiva, coordenação de proteção etc…) Por quê só ele fica desligado horas e horas a mais que os demais que atendem a região? Com a palavra os jovens dirigentes da Copel e seus curriculos repletos de honrarias. Só dar informações estatísticas dos estragos não é trabalho de engenharia.

  2. quinta-feira, 7 de março de 2019 – 11:19 hs

    De Fato Foi de Repente Um Vendaval Violento..e Muita Chuva,,,Quero Parabenizar á Equipe da Copel..Aqui no Portão..Caiu Umas Árvores nos fios de Luz..as 19 HORAS ficamos sem Luz..Mas Graças á Competencia dos Profissionais da COPEL..as 22,,,horas voltou a luz tudo Normal…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*