Reforma administrativa cortará mil comissionados no Paraná | Fábio Campana

Reforma administrativa cortará mil comissionados no Paraná

Funciona assim: se a Proposta de Emenda à Constituição Estadual for aprovada pelos deputados da Assembleia, 1081 cargos comissionados desaparecerão. Serão mantidos 2.253 cargos.
Ratinho Jr afirma que esse enxugamento nos comissionados e a redução de 313 cargos no governo, representam R$ 10 milhões anuais em economias na primeira etapa da reforma.
A reforma do governo do Estado ainda tem outras duas etapas. Para chegar a elas, no entanto, é preciso ver o resultado da primeira fatia do bolo.
As próximas fases da reforma serão de enxugamento na administração indireta e, por fim, na representação estatal no interior.

(Foto: Foto: Jaelson Lucas/ANPr)


10 comentários

  1. quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 9:58 hs

    “1081 cargos comissionados desaparecerão. Serão mantidos 2.253 cargos.” .
    Realmente tem que rir para não chorar. É muita gente que não faz nada mamando nas tetas do POVO. E a saúde vai continuar uma JOSTA. E a segurança vai continuar uma JOSTA. E a Educação vai continuar uma JOSTA. Isso é para estressar qualquer ser pensante.
    Quando esse monde de comissionados/apaniguados que infestam todas as UF’s não há reforma de PREVIDÊNCIA que resolva os problemas do BRASIIIIIILLLLLLLIIIIIIIIILLLLLLLLLL

  2. EU
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 10:14 hs

    Com tantos comissionados assim, fica muito difícil realizar concursos para repor o funcionalismo de carreira. Aquele servidor que, independente do governador de plantão, trabalhará de fato pelo contribuinte.
    Mas perguntar não ofende; os cargos comissionados com maior remuneração serão extintos por primeiro?
    Aqueles AE1 com valores de quase 30 mil reais nos quais o camundongo júnior acomodou a tigrada que participou em sua campanha (cabos eleitorais, ex-deputados, indicações, companheiros de longa data em sua “caminhada” pública?
    Mas duvido muito! O roedor pode ser tudo, mas não é doido.

  3. Marcelo Marques
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 10:27 hs

    Sou funcionário concursado de uma empresa pública, posso afirmar que até o presente momento além de não haver diminuição dos funcionários colocados pelo Richa e a Cida, foram admitidos tantos outros. Não muda nada…triste!!!

  4. Daniel
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 10:53 hs

    Marcelo Marques te entendo. Tbm sou concursado de uma empresa pública. Aqui cortaram os comissionados que fizeram campanha ferrenha para Cida/Richa, porém os que são da casa mas que fizeram campanha ferrenha para Cida/Richa provavelmente vão herdar esses cargos, além das indicações políticas que acontecerão por aqui.
    Como dizemos por aqui muda tudo (no discurso) mas não muda nada (na prática).

    Duvido muito que esse enxugamento acontecerá de verdade. No discurso é muito bonito, mas na realidade sabemos que tem muito puxa-saco para ser acomodado nas empresas públicas/secretarias. Tudo para garantir a base de apoio do governador.

  5. quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 10:59 hs

    E o porto de Paranaguá já está infestado de “comundonguinhos”
    O chicote é o mesmo, só muda quem bate, são TODOS canalhas.

  6. Francisco
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 11:32 hs

    A trinta anos no serviço publico, com tempo suficiente para me aposentar, vejo que a novela é a mesma de governadores anteriores é sempre a mesma coisa, cortar cargos comissionados, e a mídia, ou seja o pessoal de fora acredita, pois é tudo enganação, corta os cargos anteriores e contrata os seus cabos eleitorais, corta o nº de Secretários mas aumenta o nº de diretores, e a novela continua.

  7. Claudio Costa
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 14:47 hs

    Meu governador ” olhai para os pobres, como fica os secretários que ainda usam o cargo para ser conselheiros das empresas estatais e mistas”.
    Governador não jogue para torcida!!!!

  8. emilson pupo
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 15:29 hs

    Cortou muito pouco comissionados, não adianta político tudo igual. Tem que valorizar o Servidor de carreira Ratinho.

  9. johan
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 16:38 hs

    Caro Fábio, essa matéria é de muita importância para o estado. Cortar gastos da folha de pagamento dos ativos é imprescindível. Começou mal, o correto, é exonerar todos os 3.400 comissionados, extinguir os cargos em comissão. Num prazo de 90 dias avaliar o quanto decaiu a qualidade do serviço público fornecido a sociedade, avaliar os diretores que não cumpriram as metas, substituí-los por outros mais eficientes, iniciar avaliação da necessidade de concurso público, para preenchimento das vagas. A partir de então, buscar preencher a lacunas, contratando os poucos dirigentes comissionados necessários. Inverter o processo. Informar a sociedade pela qual o estado está passando, para que a população entenda o procedimento. Atenciosamente.

  10. Mestre Yoda
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 17:11 hs

    KKK se é este o tal Xoke de Jestão do Ratinho já começou imitando o Betinho, ele também prometeu um Xoke de Jestão, deu no que deu. Se liga Ratinho, não é com demagogia barata que se governa o Estado. É com seriedade mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*