Planalto recorrerá à Itália para evitar 'ataques' da Igreja Católica | Fábio Campana

Planalto recorrerá à Itália para evitar ‘ataques’ da Igreja Católica

Como parte de uma estratégia para combater a ação do que chama de “clero progressista”, o Palácio do Planalto recorrerá à relação diplomática com a Itália, que vive um bom momento desde a prisão de Cesare Battisti. A equipe de auxiliares de Bolsonaro tentará convencer o governo italiano a interceder junto à Santa Sé para evitar ataques diretos à política ambiental e social do governo brasileiro durante o Sínodo sobre Amazônia, que será promovido pelo papa Francisco, em Roma, em outubro.
O jornal O Estado de S. Paulo revelou neste domingo, 10, que o Planalto quer conter o que considera um avanço da Igreja Católica na liderança da oposição ao governo, como efeito da perda de protagonismo dos partidos de esquerda.

(Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)


3 comentários

  1. saulo
    segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 – 13:17 hs

    O reduto comunista católico se restringe na sua maioria nos excomungados da CNBB, pois fiéis católicos, a exemplo dos evangélicos votaram em PESO no Capitão Jair, simples assim! A extrema imprensa insiste que a CNBB representa a Igreja, o que não é verdade!

  2. Aprigio Fonseca
    segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 – 14:04 hs

    Todos malucos,a pouco a esposa -neta do Bolsonaro disse que todos os bruxos do Brasil fazem trabalho para que o presidente morra,ora gente,esse povo é das cavernas.

  3. ESTAMOS DE OLHO
    segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 – 16:14 hs

    sou catolico desde sempre,mas tem certas atitudes da
    igreja catolica e principalmente do papa francisco que
    deixam a impressao que a igreja pende sempre para a
    esquerda,nao sei nao

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*