PF nega depoimento ilegal de preso da Lava Jato | Fábio Campana

PF nega depoimento ilegal de preso da Lava Jato

Coluna Radar,
O delegado da Polícia Federal Dante Pegoraro Lemos afirmou que o executivo Mauro de Morais não deu depoimento sem a presença de advogados ao ser preso pela Lava-Jato.
Segundo o advogado, Morais havia sido interrogado pela Polícia Federal ao ser preso numa operação no último dia 31. Ele havia pedido a anulação de tudo que foi dito.
“Após o deslocamento e chegada a esta Superintendência Regional, passado algum tempo sem que nenhum advogado se apresentasse como defensor, considerando que o próprio Mauro de Morais, plenamente ciente de seu direito constitucional de permanecer em silêncio, alegou a desnecessidade da presença de advogado para o ato (inclusive o próprio é advogado)”, escreveu o delegado da PF.
Mauro de Morais foi preso sob acusação de pagar propina em contratos da Transpetro.


Um comentário

  1. Mestre Yoda
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 16:58 hs

    KKK agora o canalha está se desdizendo, mas será que o delegado da PF gravou a declaração abrindo mão da presença do advogado? Se não fica a palavra de um contra a do outro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*