No Senado: MDB cai, mas não morre | Fábio Campana

No Senado: MDB cai, mas não morre

Renan Calheiros amargou derrota na tentativa da presidência do Senado. Mas o partido se reorganiza rapidamente e sabe caminhar para manter poder e influência. O partido ficará com a presidência de três comissões no Senado: da de Justiça, com Simone Tebet, da Mista de Orçamento, com Marcelo Castro e da de Educação, com Dário Berger.
Renan Calheiros conseguiu emplacar o aliado alagoano Isnaldo Bulhões em uma das suplências da Mesa Diretora da Câmara.

(Foto: Geraldo Magela/Agência Senado)


4 comentários

  1. sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 12:55 hs

    CLARO!!!
    PMDB SEMPRE FOI E CONTINUARÁ SENDO UM PARTIDO EMPRESARIAL DENTRO DO CONGRESSO NÉ???

  2. cicero
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 20:17 hs

    NO PMDB SÓ TEM LIXO

  3. PitBull
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 20:46 hs

    Falou CALHORDA…

  4. antonio carlos
    sábado, 9 de fevereiro de 2019 – 11:48 hs

    Mas é tudo questão de tempo, conforme o andar da carruagem as deserções começam e aí o fim é inevitável. Tanto esta velharada do velho de guerra como o pestismo vão ser varridos para a lata do lixo da história brasileira

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*