Moro "recicla" pacote anticorrupção que não avançou no Congresso | Fábio Campana

Moro “recicla” pacote anticorrupção que não avançou no Congresso

O projeto anticrime apresentado nesta segunda-feira (4) pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, “reciclou” pelo menos 10 tópicos do famoso pacote das 10 medidas de combate à corrupção que “naufragou” no Congresso Nacional entre 2016 e 2017. Informações da UOL.

O pacote das 10 medidas foi um projeto de iniciativa popular que contou com a assinatura de mais de 2 milhões de pessoas. Ele foi encabeçado pela PR-PR (Procuradoria da República no Paraná) no auge da Operação Lava Jato.

Moro, então no comando da 13ª Vara da Justiça Federal do Paraná, chegou a participar de uma sessão da comissão especial que analisava a matéria na Câmara dos Deputados para defender a iniciativa.

Apesar do empenho do então magistrado, o projeto foi esfacelado ao tramitar na Câmara dos Deputados. Das dez medidas inicialmente propostas, apenas uma foi aprovada pelo Plenário da Câmara de forma integral. A proposta ainda tramita no Senado.

Na época, o então deputado e hoje ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que o projeto estava sendo “dizimado”.

Agora, para Moro, o Congresso vive “outro momento político”.

“Há uma abertura maior para propostas relacionadas a essa área de corrupção. Muitas vezes no passado, houve também problemas de conflitos e tensões decorrentes do momento circunstancial. Acredito que essas questões foram muito superadas com a eleição do novo governo federal”, afirmou.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 5 de fevereiro de 2019 – 11:10 hs

    As galinhas botam um pequeno ovo e fazem um escândalo, como se anunciassem um ovo gigante. A propaganda é alma do negócio, como sabem os espertos marqueteiros.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*