Em 40 dias Itaipu produziu mais de 10 milhões de MWh | Fábio Campana

Em 40 dias Itaipu produziu mais de 10 milhões de MWh

A usina hidrelétrica de Itaipu superou no fim de semana a produção de 10 milhões de MWh em 2019. A marca foi alcançada às 7h50 de sábado (9), com apenas 40 dias de produção.
Para se ter uma ideia, das 7.399 plantas de energia do País, apenas seis (cinco hidrelétricas e uma termelétrica) conseguiram gerar mais que 10 milhões de MWh durante todo o ano de 2018.
São elas: Tucuruí (31 milhões MWh), Belo Monte (18,4 milhões MWh), Santo Antônio (17,5 milhões MWh), Jirau (16,7 milhões MWh), Ilha Solteira (12,7 milhões MWh) e Angra 2 (10,7 milhões MWh).
No mesmo período, em 2018, a Itaipu gerou 96,5 milhões de MWh, a quarta maior marca da história da empresa.

O diretor técnico executivo de Itaipu, Mauro Corbellini, disse que o desempenho de Itaipu no início de 2019 reforça a importância da usina para o equilíbrio do Sistema Interligado Nacional (SIN). Somente em janeiro, o País registrou cinco recordes históricos de consumo horário, que representa o pico do consumo em determinado momento.

Nessas condições, observa Corbellini, a capacidade de Itaipu de entregar potência (gerar muita energia em um curto espaço de tempo) ajuda a manter a estabilidade entre o consumo e a produção do País.

O forte calor neste começo de ano, com utilização mais intensiva dos aparelhos de ar condicionado, impulsionou o consumo no período. Itaipu é responsável por aproximadamente 15% do abastecimento de energia no Brasil e 90% no Paraguai.


3 comentários

  1. Aguirre
    quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019 – 17:04 hs

    Se continuar assim, a Itaipu vai bater o recorde de autopromoção.

  2. Léo Inácio
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019 – 11:01 hs

    Se continuarem a produção de energia na mesma velocidade, os antigos proprietários das terras ao longo do lago vao poder começar a voltar..

  3. Edson
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019 – 11:31 hs

    E quando os militares construíram a hidrelétrica os “esquerdalhas” meteram o pau!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*