Deputada criticada por decote vai à Justiça | Fábio Campana

Deputada criticada por decote vai à Justiça

Banda B,
“Disseram que se eu for estuprada, não posso reclamar”

Após a polêmica dos decotes usados pela deputada estadual Paulinha, de Santa Catarina, tanto na diplomação quanto na posse, a ex-prefeita de Bombinhas, litoral catarinense, decidiu reagir na Justiça contra as ofensas que vem recebendo. Paulinha foi severamente criticada nas redes sociais, xingada e ameaçada. O caso vai agora parar na Justiça.
“Minha equipe está printando os comentários, documentando e vou entrar com uma ação judicial contra os detratores”, avisa a deputada, filiada ao PDT: “Ser criticada na vida pública é algo normal e esperado. Mas me senti psicologicamente violentada. Um internauta disse que se eu for estuprada não posso reclamar. Uma mulher comentou que eu não poderia falar de Deus, pois Deus não abençoaria uma mulher como eu”, afirmou ao Extra.

Não foi fácil para Paulinha chegar em casa e se deparar com a enxurrada de comentários pejorativos. “Chorei muito. Fiquei até às quatro da manhã tentando ler e entender o que um decote pode ter de errado. Me senti frágil como uma mulher se sentiria diante dessa situação. Mas também tenho meu lado empoderado e que me faz levantar todos os dias e dizer: essa sou eu e luto para quebrar paradigmas e padrões que não condizem com o que eu penso e pensam muitas mulheres que se veem representadas por mim”.

Aos 43 anos, mãe de duas filhas, ela conta que recebeu total apoio da família e do namorado, e viu, no meio do limbo, surgir um movimento em prol de sua imagem vinda de mulheres de todo o país, inclusive de famosas, como Fernanda Young e Maria Ribeiro. “Tenho recebido tantas mensagens lindas, tocantes e de mulheres que admiro. De políticas, inclusive, que me dizem que agora vão usar o que bem entenderem e falar não ao protocolo”, comemora.


8 comentários

  1. Zeca Biludo
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 11:49 hs

    Vamos esculachar as instituições, isto aqui já é mesmo uma pocilga… E dá-lhe funk, novelas e BBB! Viva o Brasil-sil-sil!

  2. Freddy Kruger
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 12:25 hs

    A vestimenta deve ser compatível com o local frequentado. O Plenário de um País é um local de respeito, e como alguém já comentou, alí não é local para estes exibicionismos. Se ela quer mostrar os peitos para a Nação, pose para uma revista do gênero. Neste caso, psicologicamente violentados somos nós eleitores, que fomos desreiPEITADOS !!!

  3. Peregrino
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 12:56 hs

    Se ela quer receber respeito, e merece, tem que se dar ao respeito, pois a população a elegeu para representante e não para outra coisa….Basta mudar a atitude e tudo retornará ao normal.

  4. sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 12:58 hs

    NOBRE DEPUTADA NÃO ESQUENTA A CUCA, QUEM TE CRITICA COM CERTEZA GOSTARIA DE SER VC, JÁ QUE, UMA MAIORIA DENTRO DO CONGRESSO NÃO TEM MORAL PARA TE CRITICAR!!!

  5. Marcão
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 14:27 hs

    Está vestida adequadamente para o local de trabalho…. a ZONA.

  6. Fiora Neto
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 16:31 hs

    Cicciolina,,, isso aqui é uma zona, e quem se vende nela e’… vergonha!

  7. Aurelio
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 17:19 hs

    Além de colocar a foto correta, pois essa não é a Paulinha, poderia falar sobre a qualidade da política Paulinha. Considerada a melhor gestora do país. Terminou o segundo mandato de prefeita com 90% de aprovação. E foi o 5° deputada mais votada do estado de SC.

  8. antonio carlos
    sábado, 9 de fevereiro de 2019 – 11:51 hs

    KKK a ex-prefeita prova que faz política somente para aparecer, precisa tanto assim de mídia? Pelo jeito precisa, só ter sido prefeita duas vezes e agora deputada não basta, mais um pouco e vem pelada para o plenário, o regimento interno não impede isto. Ou será que impede?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*