Caminhos para soltar Lula se estreitam | Fábio Campana

Caminhos para soltar Lula se estreitam

BR18

Ministros do STF discutem reservadamente a concessão de prisão domiciliar para o ex-presidente Lula. No ano passado, a tese gerou controvérsia na defesa do petista, porque era defendida por parte dos advogados, mas considerada um tiro no pé por outros, pois, para pleiteá-la, a defesa teria de reconhecer a culpa de Lula e deixar de questionar sua condenação.

A avaliação entre ministros do STF, relata o Estadão, é que a nova condenação de Lula esvazia a tese da perseguição política e da falta de provas. Os ministros reconhecem que dificilmente Lula sairá da prisão antes de 11 de abril, data para a qual está marcado o julgamento das ações que discutem a constitucionalidade da prisão após condenação em segunda instância.


3 comentários

  1. antonio carlos
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 11:01 hs

    Os onze da suprema corte e outros tantos do STJ não vão descansar até terem quitado os seus débitos pessoais com o seu patrono, 51. Até gente que não foi patrocinado pelo 51, como Gilmar Mendes e o decano da suprema corte parecem se sentirem mal em saber que o chefão da quadrilha já está em cana. Mas duvido muito que, depois da segunda condenação o 51 saia tão rápido da cadeia.

  2. Rr
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 11:20 hs

    Esse marginal não vai poder colocar a fuça fora da porta,vai levar bala de tudo quanto é lado.

  3. PitBull
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019 – 20:48 hs

    Por que querem soltar o CHEFÃO DA QUADRILHA ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*