Viagens em missões oficiais | Fábio Campana

Viagens em missões oficiais

Saída de Brasília em missão oficial não entra na conta da cota parlamentar, que financia outra forma de turismo viagem.
Esse tipo de despesa custou aos cofres públicos ano passado R$ 3,1 milhões. Os deputados gastaram em passagens R$ 1,6 milhão; R$ 1,3 milhão em diárias e R$ 144,6 mil numa rubrica intitulada como ‘gastos adicionais’.
Os destinos mais oficialmente visitados pelas excelências: Nova Iorque, Panamá, Genebra, Lisboa e Cracóvia.

 

 


Um comentário

  1. Observador
    segunda-feira, 28 de janeiro de 2019 – 12:32 hs

    Cracóvia?

    Ny, Genebra tem a ONU
    Lisboa até dá pra entender as missões oficiais já que Portugal é um país com o qual dividimos o idioma
    Panamá já é meio suspeito
    Agora, Cracóvia?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*