Toffoli pede que PGR reavalie posição sobre habeas corpus de João de Deus | Fábio Campana

Toffoli pede que PGR reavalie posição sobre habeas corpus de João de Deus

G1

O ministro Dias Toffoli do Supremo Tribunal Federal (STF) pediu, nesta sexta-feira (4), que a Procuradoria Geral da República (PGR) reavalie a posição sobre o habeas corpus do médium João de Deus, preso em Aparecida de Goiânia. Conforme andamento do processo, Raquel Dodge tem 48h para se manifestar “a respeito dos fatos novos aportados aos autos”. O investigado está preso por abusos sexuais e nega as acusações.

A defesa do médium explicou que esteve com o ministro Dias Toffoli, responsável pelo plantão do STF, para tratar da “gravidade da situação” do médium. Segundo o advogado Alberto Toron, a nova avaliação foi pedida depois da chegada do posicionamento da juíza Marli de Fátima Naves contra o pedido de transferência do cliente a um hospital, manifestação do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) e de petições dos próprios defensores, que disseram que o cliente está com a saúde debilitada após passar mal na quarta-feira (2).


3 comentários

  1. PIMENTA PURA
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 5:05 hs

    Pode até parecer sarcástico, porem crimes como estupro e pedo-
    filia devem ser considerados hediondos e estes caras merecem apo-
    drecer na cadeia. Hospital é para doentes normais…

  2. Vitor
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 18:11 hs

    Muitos caboclos pelo jeito levaram taquarada do Véio e agora querem recompensa-lo.

  3. NA CORDA BAMBA
    domingo, 6 de janeiro de 2019 – 8:21 hs

    Um louco como este deveria mudar de nome de João de Deus
    para Satanás. Merece apodrecer na cadeia assim como tantos ou-
    tros que aproveitam da fé dos cidadãos para praticar crimes.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*