"Teremos que cortar gastos", diz João Arruda sobre o MDB | Fábio Campana

“Teremos que cortar gastos”, diz
João Arruda sobre o MDB

O deputado João Arruda, presidente do MDB do Paraná, disse nesta terça-feira, 15, que o “problema financeiro” do partido “é grave” e que vai precisar “cortar gastos”. “O repasse do fundo partidário diminuiu pela metade e, portanto, o nosso orçamento não comporta mais a estrutura existente”, disse João Arruda em postagem nas redes sociais.

Para João Arruda, não se trata apenas da venda da sede estadual do partido, uma estrutura reformada há 15 anos e que “tem um alto custo de manutenção”. “O que se estuda é a possibilidade de mudança para uma nova e mais moderna sede que esteja adequada a realidade de hoje”.

“Temos um problema, precisamos resolver e vamos resolver. Não me interessa o culpado ou o responsável. Precisamos resolver o futuro. A decisão passa pela executiva Estadual do MDB”, completa João Arruda.

No Leia Mais a seguir a íntegra do post

O problema financeiro do partido é grave e não se trata apenas da mudança na legislação que proibiu o pagamento de multas eleitorais a partir de 2015. O repasse do fundo partidário diminuiu pela metade e, portanto, o nosso orçamento não comporta mais a estrutura existente. Sem contar que corremos o risco de perder os repasses do fundo partidário.

Teremos que cortar gastos. Não se trata da venda da sede, uma estrutura antiga que foi reformada há mais de 15 anos com dinheiro do fundo partidário e não dos filiados, e que tem um custo alto de manutenção. O que se estuda é a possibilidade de mudança para uma nova e mais moderna sede que esteja adequada a realidade de hoje.

Temos um problema, precisamos resolver e vamos resolver. Não me interessa o culpado ou o responsável. Precisamos resolver o futuro. A decisão passa pela executiva Estadual do MDB.

*João Arruda*
*Presidente do MDB do Paraná*


4 comentários

  1. terça-feira, 15 de janeiro de 2019 – 16:32 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  2. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 – 9:47 hs

    Está vago um imóvel aqui na Tapajós que se adequa à dimensão do partido. Antes, funcionava um salão de beleza. Quarenta metros quadrados com wc. Só não tem estacionamento. Nem precisa, né?

  3. Larissa Adriana
    quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 – 10:30 hs

    Acabou a Teta do governo PT, acabou “Os Requião”!

  4. antonio carlos
    quinta-feira, 17 de janeiro de 2019 – 15:15 hs

    Outro coberto de razão, agora que este povo do velho de guerra caminha para a extinção é preciso sim apertar os cintos. Este guri só está se antecipando, mais um pouco o pessoal do partido vai ter que se reunir em parques e praças porque a sede já era. Quem diria, um partido que se gabava de que não se governava este país sem ele? O Brasil mudou e esta velharada do velho de guerra não, agora paga o mesmo preço que o pestismo já está pagando

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*