"Sou candidato avulso e tenho condições de conduzir as votações que o país precisa", diz Barros | Fábio Campana

“Sou candidato avulso e tenho condições de conduzir as votações
que o país precisa”, diz Barros

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) afirma que a candidatura à presidência da Câmara é avulsa – não está relacionada ao apoio de partidos ou blocos – e aposta na sua experiência para conduzir as votações de interesse do país, a exemplo das reformas tributária e da previdência.

“Tenho condições de fazer a condução dos trabalhos da Câmara neste momento importante em que o Brasil pede mudanças. Posso representar essa mudança com experiência e segurança. A campanha se refere exclusivamente à minha trajetória, ao meu trabalho, uma vez que eu sou candidato avulso”, disse.

Deputado federal pelo sexto mandato, Ricardo Barros foi ministro da Saúde, relator-geral do orçamento da União, líder e vice-líder de vários governos.

No Ministério reviu contratos e economizou R$ 5 bilhões, recursos que foram reinvestidos em Estados e municípios. Outra marca da gestão que pretende levar à Câmara é o gabinete de portas abertas. “Para atender todos os deputados e deputadas”.

“Estou apresentando meu nome como uma opção e vou demostrar durante a minha campanha o que fiz nesse período. Posso contribuir nesta articulação”, salienta.

“Não é uma candidatura do partido. É uma candidatura de todos, voltada para cada parlamentar. Eu tenho uma boa relação com todos eles e vou pedindo voto para cada um”, acrescenta.

Durante o final de semana, o deputado paranaense fez contatos individuais com quase 90 % dos colegas parlamentares para pedir votos. “A expectativa é boa. Estou tendo bons retornos”, afirma.

CANDIDATURA – Barros explica que lançou a candidatura depois que o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, anunciou apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM).

Segundo ele, a manifestação do apoio desencadeou uma reação de mudança de posicionamento de outros partidos, o que pode refletir também no reposicionamento das bancadas e de seus parlamentares. “É uma iniciativa individual. Apresento meu nome como uma opção segura e com experiência”, afirmou.

MINI BIO – Ricardo Barros é engenheiro civil. Foi o prefeito de Maringá mais jovem da história da cidade, secretário de Estado da Indústria e Comércio do Paraná, ministro da Saúde e está indo para o sexto mandato na Câmara Federal. Foi relator-geral do Orçamento da União e indicado líder e vice-líder de todos os governos. Reconhecido diversas vezes pelo DIAP como um dos “100 cabeças do Congresso Nacional”.
Área de anexos


3 comentários

  1. pronto falei
    terça-feira, 15 de janeiro de 2019 – 16:18 hs

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ME FAZ RIR OU SE FAZ R.I.P. POR FAVOR , SÓ MAMA NA TETA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Maicon Oliveira
    terça-feira, 15 de janeiro de 2019 – 16:21 hs

    Chegou a hora dos políticos paranaenses e da própria região sul deixarem de lado suas rusgas e apoiar alguém com competência para a presidência da Câmara dos Deputados. O Paraná será bem representado pelo Ricardo Barros.

  3. Veredicto
    quarta-feira, 16 de janeiro de 2019 – 11:51 hs

    Maicon Oliveira, você está bebendo muito eu rapaz…..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*