Rússia e China se posicionam a favor de Maduro | Fábio Campana

Rússia e China se posicionam a favor de Maduro

A Rússia reconhece Nicolás Maduro como presidente legítimo da Venezuela e afirma que tentativas externas de usurpar o poder descumprem com a lei internacional.
Outros países, como China, Irã, Síria e Turquia, também disseram ser contra uma eventual interferência dos Estados Unidos sobre as decisões internas em Caracas.
Ontem, em meio a protestos contra o segundo mandato de Nicolás Maduro, o presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, da oposição, se declarou presidente interino do país, gesto que foi reconhecido pelos governos dos Estados Unidos, do Brasil e outros países da América Latina.

(Foto: Carlos Garcia Rawlins/Reuters)


3 comentários

  1. Aprigio Fonseca
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2019 – 14:25 hs

    Voces notaram que hoje no seculo 21 os golpes são mais frequentes,ou vem do congresso ou do judiciário,e dai gente cade os militares,cambada de frouxos.

  2. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2019 – 14:31 hs

    Maduro caiu de podre. Se for esperto se manda para Cuba. Se ficar, vai terminar como Saddam Hussein, Khadafi ou pendurado pelos pés como Mussolini.

  3. antonio carlos
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2019 – 18:48 hs

    Coréia do Norte, Irã, Cuba, Bolívia, Nicarágua, todas democracias apoiando o democrata Maduro. Ficou faltando o apoio das democracias europeias ocidentais , todas tão amantes da paz e da democracia e dos direitos humanos , será que elas vão se fazer de mudas e surdas?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*