Romário e os seguidores | Fábio Campana

Romário e os seguidores

Romário (Podemos-RJ) se candidatou para o governo do Rio de Janeiro ano passado.
Perdeu.
Ainda assim, tem obrigações públicas com eleitores já que seu mandato como senador vai até 2023. Mas parece que ele não gosta de dar explicações.
Cobrado por um seguidor sobre quando voltaria a Brasília para trabalhar, o baixinho não quis saber de etiqueta na resposta, mandou o rapaz tomar naquele lugar, o que atraiu outros comentários negativos.

 

 


5 comentários

  1. Murillo
    terça-feira, 22 de janeiro de 2019 – 14:34 hs

    Da favela carioca para o Vasco, Barcelona, Seleção e agora no Senado. Todo este sucesso não o ensinou nada, como disse Pelé uma vez, “o brasileiro não sabe votar”.

  2. Rogério
    terça-feira, 22 de janeiro de 2019 – 18:57 hs

    Votam num analfabeto, depois querem cobrar, o povo brasileiro tem que largar mania de votarem em tiriricas da vida, jogador de futebol e celebridades, sem o mínimo de condições de representar os anseios do povo.

  3. Luiz
    terça-feira, 22 de janeiro de 2019 – 19:13 hs

    Este é o nível do jogador de futebol q foi eleito senador.

    Sua educação é igual a sua representatibidade pelo Rio de Janeiro. QUE VERGONHA EM SENADOR. Para mandar os outros é porque provou e gostou.

  4. Rodiney Carneiro
    terça-feira, 22 de janeiro de 2019 – 22:18 hs

    … é só mandar o peixe ir Pra Pura Que os Pariu!!!

  5. JÁ ERA...
    quarta-feira, 23 de janeiro de 2019 – 6:46 hs

    Exatamento isso:- brasileiro tem a faca e o queijo na mão, porem
    joga tudo fora na hora da eleição. Vota errado e depois continuando
    lamentando do que o seu eleito faz…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*