PF cumpre mandados em investigação de contratos da Transpetro | Fábio Campana

PF cumpre mandados em investigação de contratos da Transpetro

A Polícia Federal cumpre três mandados de prisão temporária e quinze de busca e apreensão nesta quinta-feira (31) em São Paulo. As ações fazem parte da 59ª fase da Operação da Lava Jato, que investiga o pagamento de propinas entre o Grupo Estre -que engloba Estre Ambiental, Pollydutos e Estaleiro Rio Tietê- e a Transpetro em contratos na área ambiental, reabilitação de dutos e construção naval. As informações são da Folhapress.

Wilson Quintella Filho, acionista e ex-presidente de empresas do Grupo Estre, um ex-executivo do grupo e o advogado Mauro de Morais estão entre os alvos da ação desta quinta.

O ponto de partida das investigações foram as declarações de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro.

Em acordo de colaboração com o Ministério Público Federal, Machado declarou que ajustou com Wilson Quintella o pagamento de propinas de pelo menos 1% dos contratos firmados entre a estatal e o grupo.

Segundo o Ministério Público de Curitiba, 36 contratos são investigados. Eles somam, entre 2008 e 2017, mais de R$ 682 milhões -há também pagamentos ilícitos superiores a R$ 22 milhões.

As investigações indicam que as propinas foram pagas entre as partes em espécie em operações que envolveram o escritório Mauro de Morais Sociedade de Advogados.


2 comentários

  1. Intruso
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 11:06 hs

    Se investigar todos os contratos com governos estaduais, municipal, e federal, incluindo, escolas, medicamentos, combustíveis, aposto q vai ter treta..

  2. Paulo
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 12:25 hs

    Tem bacana da cidade aqui que deve estar num desespero. Da graúda mesmo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*