Ministério da Educação tenso e dividido | Fábio Campana

Ministério da Educação tenso e dividido

O segundo escalão do Ministério da Educação foi dividido entre as duas correntes em que Bolsonaro se agarra para governar: os que vêm por indicação dos militares e os que aparecem segundo as ordens de Olavo de Carvalho.
Quem acompanha a nova equipe, diz a Coluna do Estadão, afirma que há uma clara divisão entre eles e as discordâncias já geraram tensões.

 


2 comentários

  1. Diego
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2019 – 13:48 hs

    Mas o que os militares entendem de educação?

    Foi bem debaixo da vista deles que a infiltração comunista aconteceu nos ambientes escolares e acadêmicos.

  2. incitatus
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2019 – 17:10 hs

    Ih ai aí aí, o “filósofo-astrólogo” não deveria fazer indicações, quando muito uma ou outra sugestão. E só. Do jeito que a coisa vai logo, logo vai haver um motim nos ministérios contra as decisões desencontradas

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*