Militares de Israel incomodam Exército brasileiro | Fábio Campana

Militares de Israel incomodam Exército brasileiro

A presença de militares de Israel para ajudar nas buscas em Brumadinho gerou incômodo em oficiais do Exército brasileiro. E também nas forças militares de Minas que trabalham no cenário da tragédia. O capitão Bolsonaro, ao aceitar a ajuda do amigo Netanyahu, abriu arestas em sua própria casa. Na caserna, virou motivo de chacota a imagem de um israelense se afundando na lama e sendo retirado por um bombeiro de Minas. A constatação de que o maquinário israelense não é apropriado para terreno com tanta lama também gerou piadinhas. Não bastasse, mil militares do Exército estão de prontidão, mas foram descartados pelo governador Romeu Zema.
A informação é da Coluna Radar.

(Foto: Leo Correa/AP)


14 comentários

  1. QUESTIONADOR
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 16:11 hs

    -O que incomoda é a inveja dos israelenses. Os israelenses são testados todos os dias contra os ataques dos árabes em seus territórios.
    -Desde a fundação do Estado de Israel, os árabes tentam destruí-los de todas as formas e não conseguem. Israel ganhou todas as guerras contras os árabes. Enquanto isso, os espertos brasileiros se consideram em experts em conflitos só porque participaram de poucas missões de paz e ainda tem inveja de todos os equipamentos que os israelenses trouxeram para auxiliar nas buscas.
    -Lembrem-se os israelenses tem centenas de missões de resgates pelo mundo…tem muito mais know-how do que nós brasileiros…

  2. valdir bassai
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 19:17 hs

    Conhecem quem escreve a coluna Radar?
    O cara é um Ptista de primeira e trabalha no globo.
    Precisa explicar mais.
    E o Campana ainda replica essas noticias.

  3. Observador intrigante
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 19:21 hs

    Eles só tem mais de 100 premios Nobel. Estes petistas são uma m….

  4. Ictus
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 19:31 hs

    Daqui uma semana a gente conversa.

  5. terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 20:17 hs

    Concordo com vc questionador, é dor de cotovelo de quem noticiou isso.

  6. Roseli gaspar
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 20:30 hs

    Não acredito nisso. Militares são solidários entre si .além do mais ,são da reserva, vieram como expressão de boa vontade a um país que sempre recebeu judeus ,como disse seu comandante na entrevista coletiva.,principalmente a partir de 1500,mas com força na II Guerra. São militares que já ajudaram nos piores desastres ,no mundo inteiro,inclusive em países islâmicos vamos deixar de ser babacas ,envergonhando o país.

  7. Aprigio Fonseca
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 22:16 hs

    COMPLEXO VIRA-LATA.

  8. Fabiano
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 8:40 hs

    Só um jornalista de esquerda como você, que em vez de usar suas páginas para formar opinião contra os assassinos da Venezuela, ou contra os que cometeram atentado contra nosso presidente eleito pela maioria do Brasil, ou contra tantos outros corruptos de nosso país, inclusive aqueles do governo do PT que permitiram que o ocorrido em Passadinho acontecesse, perde a moral criticando um país que de graça enviou milhares de militares e equipamentos para ajudar as vítimas. Uma vergonha seu comentário Fábio. O que você que é brasileiro fez para contribuir com as vítimas Fábio, além de tentar desmoralizar aqueles que de fato fazem algo importante?

  9. quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 10:02 hs

    A chegada dos Israelenses foi puro jogo miadiatico. E totalmente desnecessário em nada vai ajudar.Jogada de Bolsonaro para ficar bem na fita com os judeus porque os Árabes já deram o recado e mostrou o que vai ocorrer ao Brasil caso mude a embaixada de lugar. O Brasil tem tecnologia para fazer o trabalho que tem que ser feito que e apenas de recuperar corpos.O principal ele não fez que foi evitar os ASSASSINATOS.

  10. antonio carlos
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 11:35 hs

    KKK vindo de quem vem só pode ser fake news, esta mídia carente de verbas públicas só espalhar fake news

  11. lika
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 11:56 hs

    A inveja e a dor de cotovelo é a pior coisa em um ser humano, os caras vem de graça, tem tecnologia e experiência, mas os adversários acham que a barragem caiu por culpa do Bolsonaro, ele era o Governador de Minas até 31 de dezembro. Como pode uma oposição torcer contra seu país assim. deveriam é ter vergonha de ter passado 14 anos desgovernando esse país e ter deixado o caos, desemprego, corrupção e falcatruas de toda sorte, roubaram ate aposentados.

  12. Jorge
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 10:57 hs

    Bom foi o que fez a petralha Dilma no acidente de Mariana .Parabens presidente Bolsonaro ,quanto mais pessoas para ajudar muito melhor e principalmente pessoas qualificadas.

  13. Jorge
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 10:58 hs

    Petralhada morrendo de inveja da atitude do presidente bolsonaro

  14. José Carlos Teixeira
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 11:54 hs

    É mais uma gafe do governo Bolsonarista brasileiro, militares despreparados para a trágedia na lama, com equipamentos inócuos para a situação, tendo que serem socorridos pelos nossos mal pagos e valorosos socorristas. Isso evidência mais uma vez o despreparo do governo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*