Lula pede para PT evitar 'bate-boca' e focar em assuntos econômicos | Fábio Campana

Lula pede para PT evitar ‘bate-boca’ e focar em assuntos econômicos

Estadão

Em conversa com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e com a presidente cassada Dilma Rousseff na quinta-feira, 3, em Curitiba, onde cumpre pena, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o governo Jair Bolsonaro está usando temas morais ou de comportamento como cortina de fumaça para ações impopulares nas áreas econômica e de direitos sociais.

Segundo Gleisi, Lula orientou o PT a não se perder em “bate-bocas” com integrantes do governo Jair Bolsonaro e concentrar energia nos assuntos que realmente interessam à população.

“Lula nos disse para nos posicionarmos na defesa dos direitos do povo e na retirada de conquistas que tivemos até agora. Bolsonaro vai tentar o tempo inteiro jogar com a temas de valores, sobre os quais vamos nos posicionar também, para encobrir a verdadeira pauta do do governo”, disse a presidente do PT. “Não temos que ficar o tempo inteiro batendo boca com o Bolsonaro”, completou.

Ela citou como exemplo a proposta feita pelo presidente Jair Bolsonaro de reduzir o teto da alíquota do Imposto de Renda de 27,5% para 25% e aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).

“Ele reduz o imposto para os mais ricos, não fala nada sobre quem ganha até cinco salários mínimos, diz que lamenta ter que aumentar o IOF e ainda põe a culpa no Nordeste”, disse Gleisi.

A petista não citou temas específicos, mas enquanto Bolsonaro anunciava as medidas econômicas o tema que dominava as redes sociais era a declaração da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, sobre meninas usarem rosa e meninos, azul.


5 comentários

  1. Jose
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 9:27 hs

    Agora só falta perguntar o que acham o Marcola, o Beira Mar…

  2. Intruso
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 11:18 hs

    Sugestão: tributar IR mensalm.. sob alíq de 5% para renda entre 5 e 10 mil; de 10 mil a 15 mil tributar a 10%; de 15mil a 20mil tributar a 15%, de 20 a 25 mil tributar a 20%; de 25 a 30 mil, tributar a 25%, e valores de 30 a mil a 40 mil tributar a 30%, de 40 mil a 50 mil tributar a 35% e acima de 50 mil tributar em 40%. ACABAR C DEDUçÕES POR CAUSA DAS FALCATRUAS.. COM FISCALIZAÇÃO INTELIGENTE DE TODA A GRANA MOVIMENTADA EM CONTAS BANCÁRIAS. Ñ ENTENDO PQ ISSO AINDA Ñ EXISTE!!!

  3. Berto Lourenço
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 11:59 hs

    Mandem esse presidiário calar a boca. E para passar o tempo o meliante deve limpar a privada da cela.

  4. antonio carlos
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 14:29 hs

    Se tal declaração não for mais uma fake news pestista o 51 está bebendo bem mesmo do que as suas interlocutoras, pelo menos parece estar sóbrio, coisa que tanto a Crazy quanto a infeliz parecem estar longe de estarem.

  5. Dosel Jr.
    sábado, 5 de janeiro de 2019 – 23:40 hs

    Aí é que está o problema. Como mentes doentias como as de Dilma e Gleisi vão se concentrar em fatos relevantes se as duas são antas incompetentes…É pedir muito meu velho ex-presidente.Melhor Vossa Excelência se preocupar em arrumar alguma coisa para fazer, pois ainda tem muitos pela frente vendo o sol nascer quadrados na PF. Se ficar na PF, pois seu amigo Sergio Moro quer mandá-lo para Piraquara onde terá mais ” conforto”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*