Itamaraty diz que novo mandato de Maduro é 'ilegítimo' | Fábio Campana

Itamaraty diz que novo mandato de Maduro é ‘ilegítimo’

O Ministério das Relações Exteriores divulgou uma nota nesta quinta-feira (10) na qual afirmou que o governo brasileiro considera “ilégitimo” o novo mandato do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e que é a Assembleia Nacional que detém o poder no país.

Mais cedo, nesta quinta, Maduro tomou posse para o segundo mandato como presidente venezuelano, até 2025. O Poder Legislativo do país rejeita a legitimidade de Maduro, e o Grupo de Lima, do qual o Brasil faz parte, pediu a Maduro que não tomasse posse.

Leia a íntegra da nota do governo brasileiro:


Tendo em vista que nesta data, 10 de janeiro de 2019, Nicolás Maduro não atendeu às exortações do Grupo de Lima, formuladas na Declaração de 4 de janeiro, e iniciou novo mandato presidencial ilegítimo, o Brasil reafirma seu pleno apoio à Assembleia Nacional, órgão constitucional democraticamente eleito, ao qual neste momento incumbe a autoridade executiva na Venezuela, de acordo com o Tribunal Supremo de Justiça legítimo daquele país. O Brasil confirma seu compromisso de continuar trabalhando para a restauração da democracia e do estado de direito na Venezuela, e seguirá coordenando-se com todos os atores comprometidos com a liberdade do povo venezuelano
.


Um comentário

  1. NA CORDA BAMBA
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2019 – 6:57 hs

    Dizer que é ilegítimo está certo, porem falta uma atitude séria
    como o Paraguai que rompeu acordos com o bandido. Tem que
    isolar este cara definitivamente !!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*