Israelenses vão deixar saudade? | Fábio Campana

Israelenses vão deixar saudade?

BR18,
A delegação israelense se despede hoje de Brumadinho, onde auxiliou as forças de segurança de Minas no resgate de sobreviventes do rompimento da barragem da Vale, mas, a julgar pelo “mal-estar” generalizado deixado entre as tropas da operação, segundo o jornal O Tempo, ela não deve deixar saudade. Segundo a publicação, os israelenses foram “mal recebidos” e tiveram problemas com integrantes da Polícia Militar de MG e Exército. A equipe, formada por 136 pessoas, veio ao Brasil com um custo ao Estado de Israel de US$ 7 milhões.
Pelo Twitter, o presidente Jair Bolsonaro agradeceu ao premiê israelense o trabalho realizado pela delegação.

(Foto: Leo Correa/AP)


6 comentários

  1. Aprigio Fonseca
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 21:43 hs

    Os caras vieram aqui,atolaram,atrapalharam,encheram o saco,encheram o “BUCHO” e ganhou uma loa do quase morimbundo esfaqueado que tenta dar uma cagada normal ali para 1 de fevereiro,já que vem cagando desde que foi diplomado por vias não convencionais.

  2. joão
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 – 22:02 hs

    Que mal estar é esse? Os israelenses participaram de resgates de 25 desaparecidos, ninguém ficou subordinado a eles, pelo contrário! A equipe do IDF participou de resgates do mundo todo, até nos EUA, México e Japão com seus terremotos, com este tipo de “notícia” (sem fonte) o antissemitismo é presente! Bom mesmo são os Islãmicos com suas execuções de cristãos !

  3. sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019 – 9:49 hs

    Parabéns João pelo seu comentário nada mais a acrescentar.

  4. Recruta Zero
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019 – 10:40 hs

    Em um momento como esse, toda ajuda é bem vinda, venha de onde vier. Não é hora de destilar veneno ideológico sobre os israelenses que vieram trazendo novas tecnologias para enfrentar dificuldades de sinistros como o de Brumadinho, que poderia ter sido evitado se os desgovernos anteriores tivessem tomado as devidas providências em relação às barragens criminosas, tomando como princípio a ocorrência anterior de Mariana. É triste ver a respeito o que consta da postagem feita às 21:43. Lamentável !

  5. José
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019 – 11:49 hs

    Parabéns João e Recruta Zero. Eles atravessaram meio mundo para nos ajudar. Se a tecnologia não pode ser integralmente aplicada é devido a características da situação. Lembro que a equipe tinha uma tenente filha de brasileiros. Que outros países se dispuseram à ajudar. É muito triste ver pessoas que colocam a vaidade e a ideologia acima da dor e sofrimento de muitos diante de tão dantesca tragédia. Como brasileiro, não judeu, digo: Obrigado Israel, Shalom.

  6. Zero
    sábado, 2 de fevereiro de 2019 – 15:51 hs

    Cambada de mal agradecidos. Nessa hora de desgraça querendo concorrer a medalhas sozinhos, vão sifu!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*