Flávio Bolsonaro recebeu R$ 96 mil em depósitos em um mês, diz TV | Fábio Campana

Flávio Bolsonaro recebeu R$ 96 mil em depósitos em um mês, diz TV

Trecho de um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostra que, em um mês, quase 50 depósitos em dinheiro foram feitos numa conta do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), revelou o Jornal Nacional, da TV Globo, na noite desta sexta-feira, 18. A suspeita, segundo a reportagem, é de que funcionários dos gabinetes devolviam parte dos salários, numa operação conhecida como “rachadinha”. As informações são do Estadão.

O registro, de acordo com o Jornal Nacional, traz dados sobre movimentações financeiras de Flávio Bolsonaro entre junho e julho de 2017. No total, foram 48 depósitos em espécie na conta do senador eleito, “concentrados no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), e sempre no mesmo valor: R$ 2 mil”.

Segundo a reportagem, foram R$ 96 mil depositados em cinco dias. O Coaf disse à TV Globo que não foi possível identificar quem fez os depósitos. O relatório, ainda de acordo com a reportagem, afirma que o fato de terem sido feitos de forma fracionada desperta suspeita de ocultação da origem do dinheiro. O documento faz parte de um relatório de inteligência financeira (RIF).

O Jornal Nacional informou que esse novo relatório foi pedido pelo Ministério Público do Rio a partir da investigação de movimentação financeira atípica de assessores parlamentares da Alerj.

Conforme a reportagem, o primeiro documento tratava da movimentação dos funcionários da Alerj. Desta vez, diz o jornal, o MP pediu ao Coaf para ampliar o levantamento. O MP pediu o novo relatório ao Coaf em 14 de dezembro e foi atendido no dia 17, um dia antes de Flávio Bolsonaro ser diplomado senador, conforme a reportagem. Portanto, segundo o MP, ele não tinha foro privilegiado na ocasião.

Por causa desse relatório, diz a reportagem, Flávio Bolsonaro questionou a competência do MP no Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu temporariamente a investigação. Ele foi citado no procedimento aberto pelo Ministério Público do Rio contra o ex-assessor Fabrício Queiroz. O ex-assessor de Flávio Bolsonaro é investigado por movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão durante um ano. O Jornal Nacional procurou a assessoria de Flávio Bolsonaro, mas não obteve resposta, de acordo com a reportagem.


12 comentários

  1. Joel
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 0:49 hs

    Fala sério, o Flavio é deputado a 4 mandatos desde 2003, e resolveu pegar ” rachadinha” somente em jun/ julho de 2017, depois se arrependeu e não quis mais? Isso é tudo que conseguiram contra a familia Bolsonaro? Kkkk

  2. Arnaldo
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 10:01 hs

    vc acha pouco Joel? ou tá querendo dizer que tem mais? acorda veio!

  3. Rr
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 10:03 hs

    Olha se o cara fez mda,tem ser responsabilizado por isso,eu disse,SE FEZ,o que não pode cair no esquecimento,é a rapidez com que o filho do maior ladrão da história,se enriqueceu,passou de um catador de bta de zoológico,à mega empresário da noite para o dia,e todo mundo sabe que foi com dinheiro roubado dos cofres públicos,ou seja,dinheiro do povo.

  4. Silva
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 10:53 hs

    Palhaçada o que o COAF está fazendo com Sen. Flávio essa merreca de 90 mil é dinheiro de dois corsa, até vendedora de Avon deposita essa quantia

  5. sábado, 19 de janeiro de 2019 – 11:24 hs

    Por Que Este Pessoal..não vai rachar uma lenha…carpir um quintal..secar um gelo..ou escovar um cavalo..Fala Sério..Aceitem e deixem Eles Que foram Eleitos Trabalharem..Pelo Amor de DEUS

  6. Luiz
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 13:34 hs

    A INVEJA É UMA MERDA MESMO.

  7. SôdoLula
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 13:36 hs

    Esse Bolsonaro bateu mais um recorde: 19 dias e seu governitcho já ACABÔ!!!

    E nem precisou de gravação do Joseley!! O MP e a Globo deram conta do recado!!

  8. CLOVIS PENA - Vinicius
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 15:45 hs

    Esses filhos………. já dizia Vinicius !!

    Melhor entender que o pai não sabia.

  9. Justo
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 16:32 hs

    Por que tanta polêmica, é só o senador explicar esse dinheiro depositado na sua conta e acaba essa especulação, não sei porque complicam tanto uma coisa tão simples.

  10. sergio gonçalves
    sábado, 19 de janeiro de 2019 – 16:46 hs

    CASO SEJA CONFIRMADO, QUE PAGUE PELO ERRO.
    NÃO INTERESSA PARTIDO, COR, CREDO OU GÊNERO.
    SIMPLES ASSIM.

  11. FUI !!!
    domingo, 20 de janeiro de 2019 – 7:20 hs

    Ninguem está contestando as ações da Coaf, porem todos os di-
    retores que ocuparam este cargo precisam estar na cadeia por um
    motivo bem simples:- durante todo os governos anteriores onde ocor-
    reram movimentações e saques bilionários não se tornaram públicos
    porque razão !!??

  12. Aprigio Fonseca
    segunda-feira, 21 de janeiro de 2019 – 0:33 hs

    Esse malandro junto com seu Pai acha roubam a muitos anos,.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*