Filho a bordo | Fábio Campana

Filho a bordo

Vera Magalhães,
Eduardo Bolsonaro foi o único deputado federal a integrar a comitiva presidencial a Davos, na Suíça. O filho de Jair Bolsonaro viajou junto com o pai e os ministros no avião presidencial. Ele postou no Twitter foto em que aparece ao lado do pai e próximo a ministros como Sérgio Moro, Paulo Guedes e Ernesto Araújo. Também informou que participará de reuniões para falar acerca da questão dos refugiados em Roraima. A política externa é a área em que o deputado federal paulista exerce influência no governo.
A presença do filho no avião presidencial levou a uma série de comentários críticos no post do deputado. Eleitores cobraram as críticas do passado aos “voos da alegria” no “AeroLula” feitos nos governos do PT pela família Bolsonaro.


4 comentários

  1. Zeze
    segunda-feira, 21 de janeiro de 2019 – 16:28 hs

    Não adianta, tudo farinha do mesmo saco, antes era “Aero-Lula” agora é “Aero-Mito”. Vão dizer que foi a trabalho, ai vai a perguntinha: Por que não outros deputados também, vão dizer novamente , é o segurança do Pai.

  2. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 21 de janeiro de 2019 – 16:36 hs

    A mentalidade botocuda da mídia brasileira é um espanto. Não é à toa que há uma descrença crescente nessa área. Gente ressentida, jabaculês cortados, jornais em dificuldades, revistas quebradas, emissoras em dificuldades. Quem será a próxima a seguir o caminho da editora Abril?

  3. antonio carlos
    segunda-feira, 21 de janeiro de 2019 – 18:42 hs

    Por favor, estamos falando do filho do presidente em um avião que tem lugar para mais de 100 pessoas. Não estamos falando de amante de presidente, embarcando sorrateiramente no avião para a mulher do presidente não ver. Adoro gente hipócrita, só veem o que querem ver.

  4. carlus
    domingo, 27 de janeiro de 2019 – 21:29 hs

    O Deputado foi eleito e foi trabalhar. No mais , Bolsonaro já é Presidente e não adianta chorar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*