Executiva estadual decide por intervenção no MDB de Maringá | Fábio Campana

Executiva estadual decide por intervenção no MDB de Maringá

O presidente estadual do MDB, deputado João Arruda, reuniu a executiva estadual do partido na noite de segunda-feira (28) onde foi decidida a intervenção e a destituição da atual diretoria do diretório municipal do MDB de Maringá. O presidente do partido na cidade é o ex-secretário Umberto Crispim. As informações são de Marcos Zanatta n’O Diário de Maringá.

A decisão segue o projeto da executiva estadual de reestruturar todos os diretórios, começando pelas cidades com mais de 100 mil habitantes. “Em Maringá a atual direção feriu o estatuto por conta de infidelidade e fraco desempenho eleitoral nas últimas eleições”, armou o presidente da sigla. Desde 2012 o partido não elege nenhum vereador na cidade.

Segundo Arruda a infidelidade se deu nas eleições do ano passado, quando integrantes do diretório local apoiaram outro candidato ao governo do estado enquanto o partido tinha candidato próprio. Com a decisão a executiva estadual vai nomear uma comissão provisória que será a responsável em convocar uma convenção e eleger a direção do diretório municipal.

O presidente estadual pretende iniciar imediatamente a composição de um quadro para disputar as eleições municipais do próximo ano. “Vamos reestruturar o partido nos principais municípios e lançar candidatos a prefeito e vereador, especialmente em Maringá onde o partido já foi muito representativo”.

O comando estadual do MDB está acionando também os diretórios dos municípios com mais de 100 mil habitantes. A proposta é ter candidatos próprios a prefeito e vereadores em todas essas cidades. “Estamos convocando os diretórios a se organizar, ou vamos montar as comissões provisórias e realizar as convenções ainda no primeiro semestre deste ano”, armou João Arruda.

Na organização partidária, a executiva dividiu o Estado em 19 regionais que terão coordenadores que vão ajudar na reestruturação do partido. “Além da organização e da parte legal, vamos dispor aos diretórios todo suporte técnico para formação de redes sociais, cadastros, listas, entre outras inovações. Os coordenadores vão nos ajudar nesta reestruturação de cada uma das 19 regionais no Estado”.

A reestruturação do partido vai culminar no congresso estadual que o MDB fará no mês de setembro. “Até lá, tudo estará organizado, diretórios, os setores do partido, a pauta municipalista, o conselho política, as novas liações. A partir do congresso, o partido vai focar nas eleições municipais de 2020”, adianta. A reportagem não localizou o presidente do diretório municipal do MDB, Umberto Crispim, mas está à disposição do dirigente para seus esclarecimentos.


3 comentários

  1. quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 8:57 hs

    JUNTANDO OS CACOS, Á PROCURA DE NOVOS VASSALOS,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

  2. Milton regina
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 13:31 hs

    MDB de Maringa com Humberto Crispim nao vai a lugar nenhum, Maringa tem restruturar o MDB urgente, precisamos de caras novas.

  3. BinLaden
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2019 – 13:49 hs

    Tal MAMONA, tal MAMONINHA…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*