Cida é convidada pelo Japão para missão internacional | Fábio Campana

Cida é convidada pelo Japão para missão internacional

A ex-governadora do Paraná, Cida Borghetti, viaja na próxima semana para o Japão para conhecer o modelo de governança do país. A missão internacional foi organizada pelo governo japonês com agendas nas áreas econômica, social e cultural. A programação começa na quarta-feira (9) e segue até quinta-feira (14).
Durante os nove dias, Cida Borghetti tem compromissos nas cidades de Tóquio, Quioto, Osaka e Hyogo.
“Estou honrada com o convite do governo japonês para trocar experiências e conhecer de perto o modelo de governança e a cultura desse país milenar que contribuiu muito para o desenvolvimento do Paraná”, disse Cida.

“O governo japonês identificou, na ex-governadora, o perfil de liderança natural, por isso a convidou para uma visita oficial”, explicou o cônsul-geral do Japão, Hajime Kimura.

A ex-governadora apresentará projetos para primeira infância e saúde preventiva. Cida é embaixadora da Organização Mundial da Família (OMF) e referência internacional nos temas. Também está marcada visitas a um centro de educação para crianças, a um hospital e a um centro de reabilitação de idosos. “Essa troca e atualização de conhecimentos é essencial para construirmos políticas públicas cada vez melhores e mais eficientes a quem mais precisa”.

ECONOMIA – A ex-governadora participa também de reuniões nos ministérios dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, encontra-se com o vice-governador de Hyogo, com os prefeitos de Kakogawa e de Himeji e com presidentes de empresas de tecnologia Mitsui, Marubeni Corporation, Sysnex e Fujutsu.

“É uma agenda ampla onde vou reforçar o interesse do Paraná e do Brasil em estreitar laços econômicos e culturais e receber investimentos para gerar empregos e renda”

Em julho do ano passado, Cida Borghetti, enquanto governadora do Estado, recepcionou a princesa Mako do Japão, neta mais velha do imperador Akihito, em Maringá. Na visita foram iniciadas as tratativas para o convite da missão internacional.


Um comentário

  1. Luiz Flávio
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 22:32 hs

    Vai aplicar onde esse modelo de governança? Só se for nas cabecinhas vazias do marido e da filha.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*