Brasil não deu aval para inspeção de relator da ONU em barragens | Fábio Campana

Brasil não deu aval para inspeção de relator da ONU em barragens

O governo brasileiro não autorizou a viagem de um relator da ONU para avaliar a situação das barragens e do meio ambiente, depois do desastre de Mariana em 2015. Em entrevista exclusiva ao Estado de S. Paulo, o relator da ONU sobre a implicação para os Direitos Humanos da Gestão Ambiental e Substâncias Tóxicas, Baskut Tuncak, contou que “em várias ocasiões” solicitou ao governo o sinal verde para que fizesse uma viagem ao Brasil e, em especial, para a região de Mariana. Seu objetivo era avaliar a resposta das autoridades e examinar os riscos ambientais de potenciais novos desastres.
Tentou com Dilma, tentou com Temer, tentou com Bolsonaro (através do governo de transição, em dezembro do ano passado). Nunca obteve resposta.

(Foto: Andre Penner/AP)


2 comentários

  1. Dosel Jr.
    segunda-feira, 28 de janeiro de 2019 – 22:52 hs

    Se o governo estava em transição e o Palácio do Planalto ainda era ocupado por Temer pelo fato de Bolsonaro ainda não ter tomado posse, como o novo presidente poderia autorizar a viagem do relator da ONU se poderes para tanto ele não tinha? A cada noticia que leio de fatos ocorridos antes do novo governo a culpa é atribuída de forma até mesmo irresponsável ao novo presidente. Até quando vamos ler estas coisas absurdas?

  2. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 8:32 hs

    ONU? O quê, quem?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*