Bolsonaro clinicamente estável e consciente após cirurgia | Fábio Campana

Bolsonaro clinicamente estável e consciente após cirurgia

Do Estadão

No primeiro boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein após o encerramento da cirurgia para retirada da bolsa de colostomia, a equipe médica informa que o presidente Jair Bolsonaro “encontra-se clinicamente estável, consciente, sem dor”. O documento foi divulgado às 17h desta segunda-feira, 28.

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, também se manifestou a respeito da cirurgia. Ele afirmou que a situação do presidente Jair Bolsonaro, em função das duas cirurgias às quais foi submetido após ser esfaqueado em campanha eleitoral, exigiram dos médicos uma “verdadeira obra de arte” para a retirada da bolsa de colostomia.

O procedimento durou cerca de sete horas e foi concluído com êxito, de acordo com ele. “A cirurgia foi conduzida de forma especial e cuidados, particularmente porque o presidente possuía uma quantidade grande de aderências por causa das outras duas cirurgias. As aderências exigiram uma verdadeira obra de arte em relação à cirurgia”, disse Rêgo Barros.

O boletim destaca que o procedimento “ocorreu sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue”. Bolsonaro está internado na Unidade de Terapia Intensiva, recebendo medicações para invetar infecção e trombose venosa, segundo a equipe composta pelo cirurgião Dr. Antônio Luiz Macedo, clínico e cardiologista Dr. Leandro Echenique e o Diretor Superintendente do Hospital Israelita Albert Einstein, Dr. Miguel Cendoroglo.

No momento, o general Hamilton Mourão assume interinamente a presidência da República. Bolsonaro deve voltar às atividades em dois dias. Ele está acompanhado da primeira-dama, Michelle, além dos filhos Eduardo, Flávio e Renan, assim como assessores.


2 comentários

  1. Aprigio Fonseca
    segunda-feira, 28 de janeiro de 2019 – 19:51 hs

    9 horas,olha,eu acredito que o sujeito tem outras patologias serias no intestino,uma cirurgia dessa com uma junta médica foi muito seria,mas eu desejo para meu presidente o mesmo que ele desejou para a Dilma quando essa estava com câncer,

  2. juca
    terça-feira, 29 de janeiro de 2019 – 12:56 hs

    ss Calça Frouxa, da bunda tatuada, que agora ataca de Aprígio Fonseca, tua cirurgia de troca de sexo demorou menos não foi? Vá abraçar o Jean Wyllys!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*