Battisti, Maduro e o PT perdido | Fábio Campana

Battisti, Maduro e o PT perdido

Vera Magalhães,
A insistência na defesa de causas que não encontram mais nenhuma adesão na sociedade brasileira, mesmo a parcela dela que tem formação e que advoga políticas de esquerda, é uma das razões da atual crise do PT.
A semana que passou expôs de forma muito clara dois desses casos.
A maioria dos brasileiros, diferentemente da cúpula do PT, entende que a Venezuela vive uma ditadura sangrenta promovida por Nicolás Maduro, e vê Cesare Battisti como um homicida frio, um terrorista, não um militante sonhador e romântico, como a cúpula petista.
Insistir na defesa cega de causas estranhas ao povo que quer representar explica muito da dificuldade do PT de voltar a falar com o eleitorado, como bem diagnosticou Mano Brown.

(Foto: YouTube/Reprodução)


3 comentários

  1. LUIZ DO LITORAL
    segunda-feira, 14 de janeiro de 2019 – 13:08 hs

    Velha Comunista.
    Safada, amante do maior ladrão do Planeta.
    Gleisi, parte do povo Paranense imbecil te elegeu mas tenho a certeza que na próxima vc vai se ferrar.
    Cria vergonha nessa sua cara suja Gleisi. Vc NÃO PRESTA.

  2. antonio carlos
    segunda-feira, 14 de janeiro de 2019 – 16:11 hs

    Falar da Crazy é ser mais crazy do que ela.

  3. johan
    segunda-feira, 14 de janeiro de 2019 – 22:24 hs

    Caro Fábio, infelizmernte essa senhora passou desapercebida pela sociedade paranaense. Ela não sabe mais o que diz, esse balbuciar comunista petista é lamentável nos dias de hoje, não repercute mais, nem no meio dos seus acéfalos seguidores. É chegado o momento de não mais oportunizar-lhe espaço, que custa caro para a página e contamina o ambiente. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*