União para isolar PT e PSL na Câmara | Fábio Campana

União para isolar PT e PSL na Câmara

A movimentação pela eleição da presidência da Câmara continua. Os deputados articulam jeito de formar um bloco que isole PT e PSL. A estratégia testada da vez é apoiar a reeleição de Rodrigo Maia e com ela, dividir cargos importantes da Casa.
O bloco declara que não fará oposição a Bolsonaro, mas tampouco se apresenta como completamente alinhado com o governo.
A eleição para a presidência da Câmara é secreta. Votam as 513 excelências. É cargo de muito poder porque além de ser o segundo na linha sucessória da Presidência, o presidente da Câmara pode decidir a pauta de votações do plenário e definir coisas como por exemplo o enterro ou prosseguimento de eventual pedido de impeachment contra o presidente da República.

(Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*