Três nomes disputam o apoio de Ratinho para a prefeitura de Curitiba | Fábio Campana

Três nomes disputam o apoio de Ratinho para a prefeitura de Curitiba

O governador eleito Ratinho Junior (PSD) ainda nem assumiu o comando do estado, mas já há pretensos candidatos à prefeitura de Curitiba que contam com seu apoio nas eleições municipais de 2020: o deputado federal eleito Ney Leprevost (PSD); o deputado estadual eleito Fernando Francischini (PSL); e o atual prefeito, Rafael Greca (PMN). Cada pretendente, tem seus próprios argumentos para conquistar o apoio do governador. As informações são de João Frey na Gazeta do Povo.

Ney Leprevost parece ter largado na frente. Ele foi indicado secretário da Justiça, Família e Trabalho na futura gestão de Ratinho. Além de confirmar o bom trânsito com o governador, a nomeação mantém Leprevost em Curitiba, já que ele foi eleito deputado federal e passaria boa parte dos próximos dois anos em Brasília. O principal, entretanto, são as possibilidades de articulação política que a secretaria permite.

Na Justiça, poderá tomar medidas anticorrupção de repercussão na opinião pública; no Trabalho, coordenará iniciativas de combate ao desemprego justamente no momento em que esse é um dos principais problemas do país; e na Família estará à frente da assistência social, área que, por exemplo, fez de Fernanda Richa um nome forte na política local.

A força de Francischini vem da expressiva votação que ele e seu partido, o PSL, conseguiram no Paraná. O deputado é uma das principais vozes do discurso conservador, aparentemente modulado na mesma frequência que a desejada pelo eleitor. O espírito do tempo é seu maior ativo político. Resta saber se a onda durará até 2020.

Já Rafael Greca, apesar de ter apoiado Cida Borghetti (PP) nas eleições deste ano, não está tendo dificuldades em se aproximar de Ratinho. Sob o discurso pragmático de que uma relação entre o prefeito de Curitiba e o governador do Paraná puniria os curitibanos, Greca parece estar conquistando mais um aliado. A seu favor, uma gestão que tem conseguido fazer seu trabalho aparecer em um momento em que boa parte dos gestores pena para cumprir as atividades mais comezinhas, como o pagamento integral e sem atrasos dos salários do funcionalismo.


9 comentários

  1. Ataide
    domingo, 16 de dezembro de 2018 – 12:56 hs

    Não tem o minimo de lógica apoio do Governador Ratinho Junior ao Rafael Greca; o Ratinho Junior estava junto com o Deputado Ney Leprevost, na campanha e caminhada para a Prefeitura de Curitiba, e acompanhou junto as armações e o jogo sujo de Rafael Greca.

  2. domingo, 16 de dezembro de 2018 – 14:52 hs

    Bah,kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  3. Etelvino Bonaparte
    domingo, 16 de dezembro de 2018 – 15:42 hs

    Calma, o Rato pode ir de Leprevost, mas tá preparando uma rasteira no Greca!

  4. José Carlos
    domingo, 16 de dezembro de 2018 – 18:58 hs

    Esse Greca é um oportunista, agora é a hora do Ney.

  5. COMUNISTA VERDE AMARELO
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 10:59 hs

    Enquanto o Ney Lesprezível não sentar o boló numa cadeira de uma UNIVERSIDADE PRESENCIAL DE VERDADE – deixar a preguiça de lado e parar de apresentar diplominha conseguido “VIA CORRESPONDÊNCIA E À DISTÂNCIA”, não terá CREDIBILIDADE para governar um condomínio que seja.

  6. PRA QUE DIPLOMA?
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 12:10 hs

    O QUE UM POLITICO PRECISA É DE CARATER CARA E NAO DE DIPLOMA. O ATUAL PREFEITO É UM TRAIDOR E SÓ PENSA EM SI MESMO. PRA QUE ADIANTA O SEU DIPLOMA?

  7. Jéssica Cláudia
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 12:42 hs

    Fora Greca!!
    Traiu o povo do busão e os funcionários da PMC!

  8. COMUNISTA VERDE AMARELO
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 16:44 hs

    Ei, “pra que diploma?”, pra você vale o “rouba mas faz”? Ou só o “não estuda e sisforça pra fazê”? Gestão pública é assunto para catedráticos e não pra aventureiros “formados por correspondência que ficaram distribuindo diplominhas fajutos por anos na assembleia e na câmara, meu!

  9. antonio carlos
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 17:45 hs

    Dos três um não está assim tão “precisado” do apoio do governador que, se for esperto não desce do muro. Já chegou aonde queria e tão cedo não precisa entrar em roubada alheia, deixem quem os dois postulantes tendem destronar o Greca, tarefa bastante difícil no momento.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*