Temer destaca empenho de Giacobo para viabilizar Perimetral Leste | Fábio Campana

Temer destaca empenho de Giacobo para viabilizar Perimetral Leste

O presidente Michel Temer cumprimentou nesta sexta-feira, 21, o deputado federal Fernando Giacobo (PR) pelo empenho em viabilizar as obras da Perimetral Leste e da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, ligando a região do Porto Meira em Foz do Iguaçu e a cidade paraguaia de Presidente Franco.

“Parabéns pelo empenho e dedicação, agora as obras já são uma realidade”, disse Temer ao se encontrar com Giacobo antes de assinar junto com o presidente do Paraguai, Mario Abdio Benitez, a autorização para execução de mais duas pontes, e obras complementares, entre os dois países. A segunda ponte e a Perimetral Leste estão orçadas em US$ 110 milhões (R$ 400 milhões) e serão pagas com recursos da Itaipu Binacional.

“Encerro meu quarto mandato com a garantia de execução dessas duas grandes obras. Todos sabem o quanto me empenhei para viabilizar a Perimetral Leste por todos os meios no governo federal. Este era meu principal compromisso e agradeço aos presidentes Temer e Marito que compreenderam a importância dessas obras para Foz do Iguaçu e ao Paraná. Tenho certeza que o presidente Jair Bolsonaro também considera fundamental a construção dessas duas pontes para o desenvolvimento do Brasil e do Paraguai”, disse Giacobo.

Turismo e empregos – O deputado adiantou que o presidente eleito pediu para que a Itaipu Binacional e o Ministério dos Transportes, através do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), executem e fiscalizem de forma direta as obras das duas pontes. “Encerramos o ano e estamos dando uma resposta à sociedade e a população de Foz do Iguaçu que há muito tempo espera pela segunda ponte e pela Perimetral Leste”, disse Giacobo.

A Perimetral Leste terá 13 quilômetros e vai fazer a ligação direta entre a segunda ponte sobre o rio Paraná, a Ponte Tancredo Neves (Brasil / Argentina) sobre o Rio Iguaçu, BR-469 e BR-277, tirando o tráfego de caminhões das vias centrais de Foz do Iguaçu.

Giacobo disse ainda que o trabalho não para e que agora vai agilizar a busca de recursos para a duplicação da BR-469, no trecho de 8,7 quilômetros entre o trevo de acesso à Argentina e o portão do Parque Nacional do Iguaçu – uma obra orçada em R$ 110 milhões.

“Foz do Iguaçu é centro de turismo mundial. E agora, com a reforma e ampliação do aeroporto internacional, e as obras anunciadas hoje e outras que estarão por vir, vão dotar a cidade de infraestrutura adequada. Isso fará que Foz receba mais turistas, incrementado ainda mais sua economia e criando os empregos que a população precisa”, disse.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*