Requião convoca eleições no MDB-PR | Fábio Campana

Requião convoca eleições no MDB-PR

O senador Roberto Requião, presidente do MDB do Paraná, convocou nesta terça-feira, 4, as eleições ao diretório estadual que comandará a sigla nos próximos dois anos e que vai definir a participação do partido nas eleições municipais de 2020. A escolha dos novos dirigentes emedebistas será no próximo dia 15 de dezembro na sede estadual do partido em Curitiba.

Requião deve deixar a presidência do partido e são três os candidatos ao posto: os deputados João Arruda e Sérgio Souza, e o assessor de gabinete de Requião, Sergio Ricci.

Na convenção, serão eleitos os 71 membros do diretório estadual (27 suplentes), 12 delegados à convenção nacional (12 suplentes), sete membros da comissão de ética e disciplina (sete suplentes) e cinco membros do conselho fiscal (cinco suplentes). Assim da eleição do diretório, também será eleita a comissão executiva e seus suplentes – que será responsável pelo comando do MDB nos próximos dois anos.

Nas eleições de outubro, o MDB elegeu dois deputados estaduais (Anibelli Neto e Requião Filho) estaduais e dois deputados federais (Hermes Frangão Parcianelllo e Sergio Souza). O deputado João Arruda concorreu ao governo do Estado, fez 705.976 votos e ficou em terceiro lugar no pleito. Na eleição municipal de 2016, o partido elegeu 70 prefeitos.

Edital

Nos termos das disposições estatutárias e legais aplicáveis à especies, ficam convocados, por este Edital, todos os Convencionais à Convenção Estadual do Movimento Democrático Brasileiro do Paraná, para a Convenção Estadual, que será realizada no dia 15 de dezembro de 2018, com início às 09 horas e encerramento às 13 horas, sendo que das 09 horas até as 12 horas votarão os Convencionais Titulares e das 12 horas às 13 horas votarão os Convencionais Suplentes, respeitada a ondem de suplência, na sede do Diretório Regional do MDB do Paraná, Avenida Vicente Machado, n 988, Batel, Curitiba/PR, com a seguinte:

a)Eleição, por voto direto e secreto, do Diretório Estadual do MDB do Paraná, que será constituído de 71 Membros Titulares e de 23 Membros Suplentes

b)Eleição, por voto direto e secreto, de 12 Delegados Titulares e 12 Delegados Suplentes à Convenção Nacional

c)Eleição por voto, direto e secreto, dos 07 Membros Titulares da Comissão de Ética e Disciplina e 07 Membros Suplentes

d)Eleição, por voto direto e secreto, da Comissão Executiva e seus Suplentes, pelo Diretório Estadual eleito, imediatamente após a convenção ou no 5 dias subsequentes

e)Eleição, por voto direto e secreto, dos 05 Membros Titulares do Conselho Fiscal e 05 Membros Suplentes pelo Diretório Estadual eleito, imediatamente após a Convenção ou nos 5 dias subsequentes.

Curitiba, 04 de dezembro de 2018.

Senador Roberto Requião, Presidente MDB/PR


4 comentários

  1. troll
    terça-feira, 4 de dezembro de 2018 – 16:16 hs

    O velho de guerra e seus irmãos, os pestistas e os tucanos não precisam de eleições, só de entronizações, pois os dirigentes partidários mais se parecem com príncipes, reis e ditadores como no caso de Maria Louca. No velho de guerra estadual a eleição ainda nem aconteceu e todo mundo já sabe quem vai ficar com o poder, é velho, é ex-senador, já sabem quem é?

  2. terça-feira, 4 de dezembro de 2018 – 20:16 hs

    A Idosa maria Louca vai fazer tudo pra Eleger seu sobrinho João Arruda. Lançou tres candidatos para disfarce pois todos sabemos como age nos Bastidores o mamoneiro! Em Cuba, Bolívia e Venezuela tem Eleições sim mas a cartas já vem marcadas! Ai se não der o Candidato do Capo di tutti i Capi, DEGOLA!

  3. terça-feira, 4 de dezembro de 2018 – 21:41 hs

    o MDB ou muda ou morre. Requião voltou da Coréia do Norte( viagem paga pelo contribuinte)?
    que pena devia ter ficado lá.

  4. Luciano Carvalho
    terça-feira, 4 de dezembro de 2018 – 23:42 hs

    O PMDB precisa voltar a ser aquele partido que elegia vários deputados, vários prefeitos e milhares de vereadores no Paraná.
    Na eleição de 2010 fizemos 12 deputados estaduais, 2014, 8 deputados e agora 2.
    A chapa com menos de 30 nomes, muito pouco pela grandeza do partido que tem base nos 399 municípios…
    Não podemos viver do passado, precisamos construir o futuro do PMDB…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*