Presos, seis deputados não são diplomados no Rio | Fábio Campana

Presos, seis deputados não são diplomados no Rio

A bananeira não cansa de surpreender.
No Rio de Janeiro seis deputados estaduais eleitos não compareceram ontem à cerimônia de diplomação em seus novos mandatos. Cinco estão na cadeia por causa da Operação Furna da Onça, que investiga corrupção na Assembleia Legislativa do Estado e um por corrupção e fraudes em licitações.
André Corrêa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Luiz Martins (PDT), Marcos Abrahão (Avante), Marcus Vinicius Neskau (PTB) e Wanderson Gimenes Alexandre (Solidariedade) deverão ser diplomados por procuração. Mas isso não garante a posse.
Funciona assim: depois de 1º de fevereiro, data que começa a nova legislatura, os deputados têm até 60 dias para serem empossados, isso é ali por 1º de abril. Se até essa data, eles não conseguirem sair da cadeia, os suplentes ocuparão o lugar.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*