PR vai integrar base do governo Bolsonaro | Fábio Campana

PR vai integrar base do governo Bolsonaro

O Partido da República anunciou que passou formalmente a fazer parte da base do governo de Bolsonaro. Mas para manter um pé cá outro lá, repetiu outros discursos a dizer que a fidelidade será discutida projeto a projeto.
O PR, partido do ex-deputado Valdemar Costa Neto, que foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no mensalão e comanda a sigla nos bastidores, tem a sexta maior bancada da Câmara, com 41 deputados.

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

 


2 comentários

  1. ????
    quinta-feira, 6 de dezembro de 2018 – 14:45 hs

    Sabe-se que Valdemar Costa Neto tem 50 deputados fechados com ele, independente de partido, para votar em bloco. Eles são deputados do Valdemar. Ele prometeu que mandaria e cumpriu.

  2. antonio crlos
    quinta-feira, 6 de dezembro de 2018 – 15:15 hs

    Mas este dono de partido não é o mesmo que declarou voto no poste do 51 no segundo turno? O capitão está assim tão necessitado do apoio de todo partido que se diz composto por evangélicos? A coisa nem começou e já começa a cheirar mofo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*