O suplente 'pingue-pongue' de Bolsonaro | Fábio Campana

O suplente ‘pingue-pongue’ de Bolsonaro

Bolsonaro deixará o mandato como deputado federal até o dia 31 de dezembro para tomar posse como presidente da República no dia 1º de janeiro. Em seu lugar entra Zé Augusto Nalin (DEM-RJ), um suplente “pingue-pongue”: esta será a oitava vez que tomará posse desde 2015.
Como a nova Legislatura se inicia apenas em fevereiro, Nalin ficará no lugar do presidente durante o mês de janeiro. Antes, já foi suplente (entre outros) de Marco Antônio Cabral (MDB-RJ), filho do ex-governador Sergio Cabral, de Leonardo Picciani (MDB-RJ), filho do ex-presidente da Alerj Jorge Picciani e Celso Jacob (MDB-RJ), condenado a 7 anos de prisão.
Suplentes podem receber até R$ 72 mil de salário por 1 mês de mandato.
Com informações da Folhapress.

(Foto: Luis Macedo/Agência Câmara)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*