O MDB do Paraná | Fábio Campana

O MDB do Paraná

João Arruda,
É fato que para a opinião pública os partidos acabaram no Brasil e talvez o maior desafio hoje seja presidir um partido político no âmbito estadual ou nacional. O MDB do Paraná termina 2018 renovado sem excluir suas lideranças históricas. O partido começa 2019 mais unido do que nunca e com um projeto de se inserir mais na sociedade, no mundo fora da política partidária e, ao mesmo tempo, valorizando a militância e todos os setores – mulheres, jovens, trabalhadores – que fazem parte da legenda.
Em 2019, vamos apoiar o surgimento de novas lideranças e também valorizar emedebistas que não estão ativos no partido, chamá-los para participar das reuniões, que fazem do MDB, um partido vivo em cada zonal de cada cidade e em cada região. As mudanças são sempre necessárias na política, mas elas têm de ser feitas para renovar, para oxigenar, para trazer novas abordagens, nunca para excluir, nunca para desfazer o que está bem feito. O MDB tem um projeto municipalista para 2019 que é de se preparar para as eleições de 2020. Questões como transporte e mobilidade urbana, coleta de lixo, meio ambiente, educação, segurança e saúde entre municípios e consórcios, projetos metropolitanos em regiões mais densas e um desenvolvimento que priorize a qualidade de vida e o bem estar dos paranaenses.

Na Executiva Estadual estamos montando uma estrutura para atender os diretórios municipais, incentivar a eleição de diretórios onde eles de forma provisória e formular políticas públicas para as cidades, tendo a referência os projetos e programas das prefeituras governadas pelo partido e os bons e exitosos governos que o partido fez no Paraná e está na memória viva dos paranaenses.

São bandeiras do nosso MDB do Paraná que continuará vivo e se renovará a cada dia, através de um processo de reestruturação que já começou e ganhará mais força a partir do ano que vem. O resultado das urnas não invalida o debate permanente sobre o futuro, do qual fazemos e continuaremos fazendo parte.

Tivemos um bom desempenho nesta última campanha ao governo, mesmo com a definição da nossa participação às vésperas do processo eleitoral e do um período curto para debate e apresentação das nossas propostas, defendemos um projeto que representa os desafios dos gestores públicos neste momento. O debate sobre a educação pública, previdência, redução de impostos, redução do preço da água e luz, fortalecimento das estatais, redução do pedágio, IPVA, segurança, saúde, tem um impacto direto na vida das pessoas que mais precisam da ação do governo.

A partir de 2019, vamos buscar novas lideranças em diversos segmentos representativos da sociedade. O partido vai atuar nas universidades, sindicatos, movimentos sociais, escolas, entre as entidades empresariais e do terceiro setor. Vamos reorganizar a nossa base política, formar novos núcleos e intensificar o uso das redes sociais.

Contamos desde já com os 70 prefeitos e os vereadores que o partido elegeu em 2016. Isso será fundamental porque em 2020, teremos candidatos na maioria das cidades paranaense. Eu tenho certeza que o MDB vai liderar uma frente de prefeitos e vereadores que vão empunhar novamente os bons programas que marcaram os nossos governos.

O MDB começa um grande processo de renovação na política do Paraná porque ele conta com a capilaridade dos diretórios na maioria das cidades e porque todos emedebistas terão vez e voz.

João Arruda, deputado federal e presidente do MDB do Paraná


5 comentários

  1. luzia f. nascimento
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 14:12 hs

    Não dá para falar em renovação no diretório com os nomes que estão lá.
    Os prefeitos foram soterrados.

    Para fechar com chave de ouro, a família Requião ficou com os 3 cargos que realmente importam:
    – Arruda: presidente
    – Requião Filho: secretário
    – Danielle de Mello e Silva: tesoureira

    Melhor mudar o nome do partido. Sugestões:
    MDB – Movimento do Bob
    MDB – Movimento Democrático Bobiano
    MDB – Meus Deus, Barbaridade

  2. elias pereira
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 16:23 hs

    Mas esse rapaz, o JOãozinho, não vai trabalhar?
    Vai fazer o que na vida, a partir de agora?

  3. FRANCO
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 16:33 hs

    O infame aí deveria estar preso – em regime fechado – por dirigir bêbado e matar duas moças no trânsito, em 2001! Ou será que “assumiu” a culpa por outro??? Famiglia…

  4. Olho Vivo
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 17:54 hs

    Unido??? Renovado???? kkkkkkkkkkkkkkk

    Esse muleque só pode estar de brincadeira, não é mesmo???? A família manda na porra do partido há décadas e sobrevivem graças aos cargos que o partido lhes proporciona, acho que a única forma deste partido voltar a ter alguma credibilidade, é tirar de vez a família Requião ou correm o risco de morrerem todos abraçados ao Maria Louca e o muleque que gosta de dirigir em alta velocidade.

  5. NÃO VOTE EM QUEM JÁ FOI
    segunda-feira, 17 de dezembro de 2018 – 22:51 hs

    O MDB recebeu o título de ¨o partido mais derrotado de 2018¨ no Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*