Nada de governar por decreto | Fábio Campana

Nada de governar por decreto

Vera Magalhães,
Jair Bolsonaro dedicou boa parte da campanha assegurando que vai governar segundo os preceitos democráticos, em consonância com a Constituição e em harmonia com o Congresso. Diante disso, é de esperar que faça as principais mudanças que propôs na campanha por meio de medidas legislativas –projetos de lei, propostas de emenda constitucional e medidas provisórias.
Fazer alterações profundas e controversas na sociedade, como a relacionada a porte ou posse de armas, por meio de decretos, como anunciou que fará o presidente eleito, não é um bom caminho. Não é o fato de a mudança na legislação sobre armas ter sido uma promessa de campanha que dá a Bolsonaro aval para estabelecê-la por decreto. A discussão com a sociedade, por meio do Congresso, e a aprovação da maioria de deputados e senadores são pressupostos da maneira democrática de fazer uma mudança tão importante na vida da sociedade.

(Foto: Google/Reprodução)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*